0

Black Friday 2019: números comprovam o crescimento e a adesão dos consumidores

3 out 2019
17h22
  • separator
  • 0
  • comentários

A Black Friday, conhecida mundialmente pelas promoções na internet, é uma das datas comerciais mais aguardadas pelos consumidores e pelos lojistas. No Brasil, a Black Friday teve início em 2010 e desde então vem ganhando força a cada ano, sendo muito aguardada por quem quer comprar e mais ainda por aqueles que querem vender online.

Foto: shutterstock / DINO

E os números não nos deixam mentir. Em 2010, o faturamento total da Black Friday não passou de 3 milhões de reais. No ano seguinte, o faturamento chegou aos 100 milhões, com um ticket médio de R$ 450,00 por compra.

Em 2015, o ticket médio dos pedidos da Black Friday não passou de R$ 500,00.  Já o faturamento superou todas as expectativas do mercado de e-commerce, atingindo cerca de $1,5 bilhões de reais de faturamento em meio à crise econômica do país.

Segundo o e-bit, em 2016, o brasileiro comprou em média R$ 653,00, durante as 24 horas de ofertas e ao todo a data atingiu um faturamento total de 1.9 bilhões.  Já no ano seguinte, apesar do ticket médio ter sofrido uma queda de R$ 91,00, o faturamento total da Black Friday chegou a 2,1 bilhões de reais.

Em 2018, a sexta-feira mais esperada do e-commerce, registrou um crescimento de 23% no faturamento, atingindo cerca de 2,6 bilhões de reais. E o valor do ticket médio também subiu, chegando na casa dos R$ 608,00 por compra.

Ao longo das 9 edições da Black Friday, o mercado online passou por várias transformações por isso é importante ficar atento às novas tendências de consumo, são elas: compras por multicanais, uso de aplicativos de grandes varejistas, além de pesquisas e sites com comparativos de preços, como fator de decisão de compra.

Robinson Gregorato, CEO da agência digital Eficaz Consultoria e especialista em e-commerce, está confiante para a Black Friday de 2019: "Quando olhamos os números de faturamento dos anos anteriores, constatamos que esse ano a Black Friday tem tudo para superar as expectativas do mercado brasileiro. "

E dá uma dica especial aos donos de lojas virtuais: "A Black Friday tem se consolidado como a segunda melhor data comercial do Brasil, tanto para o e-commerce, como também para o varejo, por isso, os donos de lojas virtuais precisam estruturar toda a operação do e-commerce para alcançar resultados positivos com a Black Friday ".

Uma pesquisa do Google, em parceria com a Provokers, revelou que no Brasil os consumidores acreditam que as ofertas da Black Friday se estendem durante toda a semana da Black Friday.

Uma oportunidade para os lojistas online fisgarem os consumidores pelo preço, atendimento, usabilidade da loja online e condições de pagamento, antes e depois da data e faturar ainda mais!

Um dado divulgado na pesquisa do Google, em parceria com a Provokers, revelou que a Black Friday desse ano promete ser inédita para o mercado brasileiro. De acordo com a pesquisa, o número de consumidores que pretendem comprar online na sexta feira de descontos de 2019, deverá se igualar aos que pretendem comprar nas lojas físicas, consolidando a data, que já era promissora para o e-commerce, como uma ótima oportunidade de vendas também para o varejo. 

Aí a importância de traçar uma estratégia para o seu e-commerce e se preparar para fidelizar o cliente da Black Friday. Robinson Gregorato destaca a importância de fornecer uma boa experiência de compra. "O lojista precisa entender qual a verdadeira necessidade do cliente e atender exatamente a expectativa dele. Ficar atento a usabilidade do site, principalmente na questão de tempo de carregamento no mobile é um fator decisivo de compra. Outro ponto importante é criar um relacionamento com o cliente, oferecendo preços competitivos, opções de fretes que se adequam às necessidades do cliente e uma experiência de compra agradável do início ao fim. "



Website: https://eficazconsultoria.net.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade