PUBLICIDADE

PIB recua 0,1% no 3º trimestre e Brasil entra em recessão técnica

Termo indica dois trimestres seguidos de retração na atividade econômica; setor de serviços avançou 1,1%, enquanto a agropecuária teve queda de 8%

2 dez 2021 09h17
| atualizado às 12h14
ver comentários
Publicidade

RIO - A economia brasileira seguiu estagnada na passagem do segundo para o terceiro trimestre. Mesmo com a normalização de algumas atividades, a inflação pressionada e o mercado de trabalho ainda difícil impediram um impulso mais forte da demanda, enquanto a estiagem derrubou o desempenho da agropecuária e desequilíbrios provocados pela pandemia ainda atrapalham a indústria.

O resultado foi uma ligeira queda de 0,1% no Produto Interno Bruto (PIB, o valor de todos os produtos e serviços produzidos na economia em determinado período) no terceiro trimestre ante o segundo, informou nesta quinta-feira, 2, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Após nove meses de avanços, do terceiro trimestre de 2020 ao primeiro deste ano, a economia parou a partir de abril. No segundo trimestre,o PIB caiu 0,4%ante os três primeiros meses do ano, conforme revisão anunciada também nesta quinta, pelo IBGE.

Com isso, a economia brasileira entrou em "recessão técnica", como economistas de mercado chamam a situação em que ocorrem dois trimestres seguidos de retração no PIB.

Estadão
Publicidade
Publicidade