Pequim desobriga uso de máscara nas ruas após redução

É a segunda vez que as autoridades de Pequim relaxam as regras de uso da máscara na capital, que já passou por dois lockdowns

21 ago 2020
0comentários
Publicidade

Autoridades de Pequim, capital da China, retiraram a obrigatoriedade do uso de máscaras em atividades ao ar livre após a cidade registrar 13 dias consecutivos sem novos casos de coronavírus.

Pequim desobrigou a utilização de máscara nas ruas
REUTERS/Jason Lee
Pequim desobrigou a utilização de máscara nas ruas REUTERS/Jason Lee
Foto: Reuters

Mesmo com a decisão, grande parte da população continuou a usar máscaras nesta sexta-feira, 21. Alguns disseram que se sentem protegidos ao usar o acessório, outros afirmaram que a pressão social pelo uso da máscara foi um motivo para que não parassem de usá-la.

"Eu posso tirar minha máscara a qualquer momento, mas preciso ver se os outros vão aceitar. Tenho receio de que as pessoas teriam medo ao me ver sem máscara", disse uma mulher de 24 anos à agência Reuters.

É a segunda vez que as autoridades de Pequim relaxam as regras de uso da máscara na capital, que voltou relativamente ao normal após o fim de dois lockdowns.

O centro de controle de doenças de Pequim disse que os residentes poderiam sair de casa sem máscara no fim de abril, mas voltou atrás em junho após um novo surto em um grande mercado da cidade.

A China não registrou novos casos de transmissão comunitária nos últimos cinco dias. Especialistas dizem que o sucesso do país se dá pela imposição de regras locais, como a quarentena obrigatória e testagens em massa.

Autoridades confirmaram 22 casos importados na quinta-feira, 20, e fecharam as fronteiras para a maioria dos estrangeiros. O país registrou um total de 84.917 infecções desde o início da pandemia. /REUTERS

Estadão
Publicidade
Publicidade