Mundo ultrapassa marca de 100 milhões de casos de covid-19

Somente nos últimos 15 dias, o mundo contabilizou 10 milhões de casos

26 jan 2021
17h27 atualizado às 17h53
0comentários
17h27 atualizado às 17h53
Publicidade

O número de casos confirmados do novo coronavírus em todo o mundo passou de 100 milhões, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins nesta terça-feira (26).

03/08/2020. REUTERS/Phil Noble
03/08/2020. REUTERS/Phil Noble
Foto: Reuters

De acordo com o boletim, 100.032.461 pessoas foram diagnosticadas com a covid-19 desde o início da pandemia, sendo que 2.149.818 perderam a vida em decorrência da doença.

Somente nos últimos 15 dias, o mundo contabilizou 10 milhões de casos. A triste marca é atingida no momento que a campanha de vacinação mundial se aproxima das 70 milhões de doses de imunizantes aplicados, conforme dados do projeto "Our World in Data".

O ranking de países com mais contágios é liderado pelos Estados Unidos (25.362.794), seguido da Índia (10.676.838), Brasil (8.871.393), Rússia (3.716.228) e Reino Unido (3.700.235).

A Itália, por sua vez, é o oitavo país a registrar mais infecções em todo o mundo, em números absolutos, com 2.485.956 casos. França (3.138.449) e Espanha (2.629.817) aparecem em sexto e sétimo lugares, respectivamente.

As três nações mais afetadas pela pandemia, no entanto, concentram quase a metade (44 %) de todas as contaminações do Sars-CoV-2 no planeta.

Em relação aos mortos, EUA (423.010), Brasil (217.664), Índia (153.587), México (150.273) e Reino Unido (100.358) concentram, juntos, a metade de todas as 2.149.818 vítimas da covid-19.

O aumento na quantidade de casos e mortes estão preocupando países do mundo inteiro, principalmente depois da descoberta de variantes da cepa original do vírus. Até agora, mutações identificadas no Reino Unido, África do Sul e Brasil já provocaram o fechamento de fronteiras e cancelamentos de voos, além de restrições mais rígidas em vários continentes.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade