PUBLICIDADE

Startup de MG vence etapa nacional da ClimateLaunchpad

Bioflore usa tecnologia para conectar produtores rurais, empresas e poder público de forma sustentável

23 set 2021 12h37
| atualizado às 13h00
ver comentários
Publicidade

A Bioflore, é uma startup brasileira que conecta agricultores familiares que precisam de renda e que possuem áreas para serem reflorestadas com empresas que precisam dessas terras para neutralizar suas emissões de carbono. A importância e força do negócio levou a startup a vencer a etapa nacional da maior competição mundial de negócios verdes, a ClimateLaunchpad. No novo episódio do podcast O Que Eu Ganho Com Isso você vai conhecer mais sobre a Bioflore e a competição.

Cada vez mais, quando vamos ao mercado, encontramos embalagens que carregam a informação de que o produto é de alguma forma mais sustentável. O que as pessoas não sabem é que muitas vezes determinado produto nem sempre é oriundo de uma produção que segue rigorosamente a legislação florestal. Hoje, o Brasil possui cerca de 140 milhões de hectares de terras degradadas, segundo o Ministério do Meio Ambiente (MMA). Esse cenário expõe uma necessidade e oportunidade do país implementar sistemas agroflorestais, que são sistemas de integração da produção agrícola com a floresta.

No episódio de hoje do podcast O Que Eu Ganho com Isso, o diretor executivo da Bioflore, Heitor Filpi, conta como funciona a tecnologia e o serviço da startup que tem o propósito de reflorestar áreas degradadas aumentando a participação de comunidades no processo, elevando o poder de decisão, participação e gerando conhecimento para pequenos produtores. O episódio também traz informações sobre os próximos passos da ClimateLaunchpad, competição que, no Brasil, é organizada pela Climate Ventures com apoio do Instituto Clima e Sociedade.

Ficou curioso? Então não deixe de escutar o episódio e descobrir o que todos nós ganhamos com isso. Boa escuta!

Climatempo
Publicidade
Publicidade