4 eventos ao vivo

Sistema Cantareira teve o 2º maio mais seco desde o ano 2000

Armazenamento no começo de junho ainda está acima de 50% e mês começou com chuva fraca.

3 jun 2020
11h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A falta de chuva sobre o estado de São Paulo e também sobre o sobre o Sul de Minas durante o mês de maio de 2020 ficou evidente no volume de chuva que caiu sobre o sistema Cantareira, o maior reservatório de água para abastecimento na região da Grande São Paulo.

Segundo dados da Sabesp, o sistema Cantareira teve o segundo maio mais seco desde o ano 2000, com um volume de chuva de aproximadamente de apenas 11,8 mm. No dia 31 de maio de 2020, o armazenamento do sistema Cantareira estava em 58,4%. 

O maio mais seco já registrado no sistema Cantareira, desde o ano 2000, foi justamente maio daquele ano quando choveu apenas 10,1 mm. Em 31 de maio de 2000, o armazenamento era de 58,6 mm.

Foto: Climatempo

Sistema Cantareira em 2014 em meados de maio de 2014

Junho começou com a passagem de uma frente fria entre São Paulo e Minas Gerais, que provocou chuva leve sobre a área de captação do sistema Cantareira. O total de chuva acumulado no dia 3 de junho de 2020 era de 1,8 mm. O nível de armazenamento de água era de 58,1%.

expectativa de mais chuva para o próximo fim de semana, com o avança de outra frente fria sobre a Região Sudeste.

Confira os meses de maio mais secos sobre o Cantareira, entre 2000 e 2020, de acordo com a Sabesp

Ano

Total de chuva em maio (mm)

Armazenamento em 31/5 (%)

2000

10,1

58,6

2020

11,8

58,4

2018

13,7

46,3

2006

20,2

69,3

2010

26,0

98,9

Veja também:

Previsão Brasil - Frente fria influencia o Sudeste do país
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade