0

Risco de acidentes no trânsito aumenta em dias chuvosos

Sob chuva forte e má visibilidade veja o que pode ser feito. Confira a dicas

6 set 2019
10h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Dias chuvosos costumam oferecer condições mais difíceis de direção e aumentam o risco de acidentes. Dirigir sob a chuva forte requer cuidados especiais e atenção redobrada.

Assim que a chuva começar, a primeira ação é ligar o limpador de para-brisa. A dica é ajustar a velocidade do limpador de acordo com a intensidade da chuva. Esse equipamento é essencial para melhorar a visibilidade, por isso, é importante sempre verificar a condição das borrachas. Um limpador de para-brisa com a borracha desgastada pode prejudicar a visibilidade, aumentando o risco de acidente.

Outra postura fundamental é manter a distância. Se mesmo em dias ensolarados a distância do veículo à frente é importante, em dias de chuva ou tempestade é fundamental, já que a pista tende a ficar escorregadia. Caso a chuva esteja muito forte e o motorista fique sem nenhuma visibilidade, é indicado parar em um local seguro e aguardar a chuva diminuir.

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo selecionou algumas dicas para você chegar a seu destino em segurança:

Vidros embaçados - Em dia chuva, com os vidros fechados, a tendência é o para-brisa embaçar e piorar a visibilidade. Para desembaçar, quem tem ar condicionado deve acionar o botão do desembaçador, colocar a ventilação no máximo na direção do para-brisa e acionar a passagem de ar externo. O ar quente também serve para desembaçar.

Farol baixo - Manter o farol baixo ligado melhora a visualização dos veículos, principalmente se houver neblina. Nestas condições, nunca use farol alto, pois o reflexo da luz vai ofuscar a visão dos demais motoristas. Nunca use o pisca-alerta com o carro em movimento, pois o motorista de trás pensará que seu veículo está parado.

Aquaplanagem - Ocorre quando o pneu do veículo perde o contato com o asfalto por causa de uma lâmina de água, provocando o deslizamento do veículo. Alguns dos fatores que favorecem o fenômeno são a quantidade de água sobre a pista, a velocidade do automóvel e o estado dos pneus.

A melhor forma de prevenir é sempre trafegar com pneus em bom estado (sem estar liso), reduzindo a velocidade em dias de chuva forte. Se ainda assim o seu carro aquaplanar, mantenha a calma, retire o pé do acelerador, não pise nos freios nem vire a direção até que os pneus voltem a entrar em contato com a pista.

Motos - Para os motociclistas os riscos ao dirigir durante a chuva são ainda maiores, já que a visibilidade fica prejudicada, o que pode dificultar manobras para desviar de eventuais obstáculos na via, como buracos ou objetos.

O ideal é evitar enfrentar a chuva e esperar, em algum local seguro, que ela passe. Se isso não for possível, é imprescindível que o motociclista esteja bem equipado, utilizando capacete com viseira adequada ou óculos de proteção, capa de chuva, jaqueta com proteções, além de luvas e botas.

Outra dica é ter cuidado ao acelerar ou fazer uma curva em cima de uma pintura no asfalto. A tinta diminui a aderência do pneu, então é preciso evitar passar em cima delas quando possível.

Fonte: Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo

Foto: Climatempo
Foto: Marcelo Pinheiro - São Paulo - SP 
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade