PUBLICIDADE

Chuvas de monção mataram mais de 350 no Sul da Ásia

Maior intensidade de inundações é atribuída a desmatamento, mau planejamento e urbanização acelerada

30 set 2019 08h17
ver comentários
Publicidade

No estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, pelo menos 35 pessoas morreram neste fim de semana (28-29/09), em incidentes relacionados a fortes chuvas de monção, e houve sete vítimas em Bihar, no leste do país, comunicaram as autoridades locais.

Em Uttar Pradesh, outros 17 habitantes ficaram feridos e 29 casas desmoronaram. Das vítimas em Bihar, quatro morreram quando uma enorme árvore tombou sobre um veículo; as demais três, na queda de um muro, causada pelas chuvas.

Segundo a agência de notícias Press Trust of India, também Maharashtra, no oeste, foi atingido por fortes precipitações. A inundação das áreas baixas da cidade de Pune e vizinhanças forçou a evacuação de quase 3 mil moradores para zonas mais elevadas.

No início da semana, enchentes-relâmpago em seguida às chuvas haviam matado pelo menos 17 no estado. Nesta estação de monções, que dura de junho a setembro, mais de 350 pessoas morreram em incidentes pluviais na Índia, Nepal e Bangladesh.

As monções são vitais para a agricultura do Sul Asiático, pois as pesadas chuvas reabastecem os reservatórios d'água da região. Por outro lado, causam imensa destruição e perda de vidas e propriedade. Especialistas atribuem a maior intensidade das inundações a desmatamento, mau planejamento urbano e urbanização acelerada.

Climatempo
Publicidade
Publicidade