PUBLICIDADE

Capitais do Sudeste podem ter recorde de frio nesta quarta

Ar frio de origem polar ainda atua com força sobre a Região Sudeste nesta quarta-feira. Confira as capitais que bateram recorde em 20 de julho.

20 jul 2021 17h32
ver comentários
Publicidade

Foto: São Paulo (SP), por Marcelo Pinheiro

Capitais do Sudeste podem ter recorde de frio

A forte massa de ar frio de origem polar que entrou no Brasil derrubou a temperatura no centro-sul do Brasil e várias capitais estabeleceram novas marcas de recorde de frio para 2021. O centro da massa de ar frio, que é a região mais fria do sistema, começa a se deslocar para o oceano nesta quarta-feira, 21 de julho, mas ainda estará bastante próximo do continente, o que mantém muito o ar frio sobre o Sul e Sudeste. Algumas capitais do Sudeste poderão ter novos recordes de frio.

Recorde de frio em São Paulo (SP)

A madrugada da quarta-feira promete ser ainda muito fria e um novo recorde de frio poderá ser registrado na cidade de São Paulo. O recorde atual de menor temperatura em 2021 foi de 6,3°C que ocorreu nesta terça-feira, 20 de julho, igualando a mar que já havia sido observada em 30 de junho, de acordo com a medição automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), no Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. 

Embora não seja válida para aferição oficial de recorde de temperatura na cidade de São Paulo, a estação medidora de Interlagos registrou 4,7°C.

A tendência é de aquecimento nos próximos dias, com tardes cada vez mais agradáveis. As madrugadas também vão ficar menos geladas, mas até o domingo, o paulistano, toda a população da Grande São Paulo ainda vai conviver com temperaturas em torno do 10°C ao amanhecer.

Possibilidade de de recorde de frio em Vitória e em Belo Horizonte

A presença do ar frio de origem polar ainda será forte nesta quarta-feira sobre o Sudeste do Brasil. Temperaturas negativas devem ser observadas novamente no Sul de Minas, onde o frio chegou a -5,0°C nesta terça-feira, em Maria da Fé. 

A capital, Belo Horizonte, pode esfriar um pouco mais e estabelecer o novo recorde de frio para este ano. O recorde atual de menor temperatura em 2021 na capital mineira é de 12,3°C em 4 de julho. Nesta terça-feira, 20 de julho, a estação meteorológica de Santo Agostinho, região central de Belo Horizonte registrou 12,8°C. Mas em outros pontos da cidade fez mais frio. Na Pampulha, a temperatura baixou para 7,6°C e a estação Cercadinho registrou 9,8°C. Mas para efeito de averiguação de recordes, a Climatempo considera a estação de Santo Agostinho, pois registra dados meteorológicos desde 1910.

O frio vai aumentar um pouco no Espírito Santo nesta quarta-feira e a capital, Vitória, poderá bater o recorde de menor temperatura de 2021. Pela medição do INMET, o recorde atual de menor temperatura é de 17,0°C, em  2 de julho. A expectativa é que o termômetro marque um pouco menos de 15°C em Vitória, mas na região serrana capixaba, o frio vai ficar um pouco abaixo dos 10°C.

Recorde de frio no Rio de Janeiro (RJ)

Nesta terça-feira, 20 de julho,  a cidade do Rio de Janeiro teve a menor temperatura mínima deste ano até agora. De acordo com a estação automática de Jacarepaguá, a mínima foi de 8,4ºC. O recorde anterior era de 8,7ºC em 1 de julho. 

As próximas madrugadas ainda serão frias em todo o estado do Rio de Janeiro, mas não há expectativa  de novos recordes de frio para a capital fluminense. 

Recorde de frio em Campo Grande (MS)

Nesta terça-feira, 20 de julho, a cidade de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul,  teve a menor temperatura mínima deste ano até agora. De acordo com a medição da estação automática do INMET, a mínima foi de 5,9ºC, batendo o recorde anterior de 6,5ºC do dia 29 de junho.

O ar frio mais intenso já passou sobre o Mato Grosso do Sul e a tendência agora é de elevação gradual da temperatura em todo o estado. Não há mais expectativa de novos recordes de frio para Campo Grande nos próximos dias. A temperatura à tarde passa dos 30°C a partir da quinta-feira.

A menor temperatura no estado na terça-feira, 20 de julho, foi de -2,2°C em Rio Brilhante.

Climatempo
Publicidade
Publicidade