0

Após recorde de calor, friagem atinge Rio Branco e Porto Velho

Forte massa de ar polar passa pelo Acre e Rondônia nos próximos dias

2 ago 2019
00h22
  • separator
  • 0
  • comentários

Agosto começou muito quente e ensolarado no Acre e em Rondônia, até com recorde de calor. A tarde de 1 de agosto foi a mais quente do ano até agora em Porto velho, capital de Rondônia, e em Rio Branco, capital do Acre. 

Recorde de calor em Rio Branco e em Porto Velho

Em Porto Velho, capital de Rondônia, o recorde de calor foi batido com a temperatura máxima de 36,8°C. O recorde anterior era de 36,6°C, em 31 de julho de 2019.

Em Rio Branco, capital do Acre, o novo recorde de calor para 2019 foi batido com temperatura máxima de 36,1°C. O recorde anterior era de 35,5°C, em 1 de julho de 2019.

Foto: Climatempo

Friagem nos próximos dias

Uma grande e forte frente fria está avançando sobre Brasil e vem trazendo uma nova massa de ar frio de origem intensa, que vai causar uma forte friagem no Acre e em no Acre e em Rondônia.

 O vento gelado desta massa polar começa a chegar a Rondônia nesta sexta-feira e causa acentuada queda da temperatura no centro-sul e oeste do estado. 

Porto Velho e o norte de Rondônia ainda vão ter calor nesta sexta-feira, mas já sem expectativa de recorde. A temperatura cai muito no sábado, 3 de agosto. O domingo, 4, amanhece frio.

No Acre, o vento quente ainda predomina nesta sexta-feira e a temperatura se mantém alta. Mas, durante o fim de semana, o ar frio polar predomina no estado e a temperatura  fica amena.

Você sabe o que é o fenômeno da friagem?

 A friagem é a redução da temperatura por influência de ar polar e não somente de chuva. Este termo é usado para a queda da temperatura provocada por ar polar em áreas da Região Norte do Brasil como o Acre, Rondônia e Amazonas.

Em algumas situações especiais, a circulação dos ventos direciona o ar polar que avança sobre a América do Sul, vindo da Antártica, para o norte da Bolívia e para porção sudoeste/sul do Norte do Brasil, onde estão o Acre e Rondônia, o sul do Amazonas.

A friagem é justamente esta passagem de ar polar pelo Norte do Brasil, o que causa uma queda da temperatura mais acentuada e prolongada do que aquela provocada apenas por chuva. 

Friagens podem ter várias intensidades e ocorrem normalmente nos meses de outono e de inverno.

Foto: Climatempo
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade