PUBLICIDADE

Estátua de ouro de templo chinês carrega múmia de monge

A descoberta foi realizada depois de a estátua ser encaminhada para restauração, no final do ano passado

27 fev 2015 14h45
| atualizado às 14h54
ver comentários
Publicidade
Raio-x revela corpo de monge de mais de mil anos em estátua chinesa
Raio-x revela corpo de monge de mais de mil anos em estátua chinesa
Foto: CNN / Reprodução

Uma estátua de ouro de Buda, atualmente em exposição no Museu Drents em Assen, na Holanda, revelou guardar um segredo extraordinário: o corpo de um monge mumificado de mais de mil anos. As informações são da CNN.

A descoberta foi realizada depois de a estátua ser encaminhada para restauração, no final do ano passado. Os pesquisadores e cientistas realizaram uma tomografia computadorizada, descobrindo que o corpo estaria sem alguns órgãos e que havia algo estranho no lugar destes, o que revelou se tratar de papiros com inscrições chinesas.

“Nós pensamos que seria tecido pulmonar, mas, em vez disso, encontramos pequenos pedaços de papel cobertos com caracteres chineses”, afirmou Vincent van Vilsteren, curador de arqueologia do Museu holandês.

Veja “estrago” após restauração da máscara de Tutancâmon:

Ainda segundo Vilsteren, a múmia pode ter sido exposta por mais de 200 anos em um templo budista chinês e somente no século 14 foi transformada em estátua. 

O monge está em posição meditativa, e sua identidade foi revelada como "Liuquan", um monge provavelmente nascido no século 11 ou 12. Ele pode ter praticado um procedimento antigo chamado “automumificação”, uma tradição conhecida em países como Japão, China e Tailândia, e praticado há mais de mil anos atrás.

Para o sucesso no procedimento, bastante doloroso, o monge teria uma dieta especial e ingeria um chá tóxico para que o corpo não fosse devorado por vermes. Já se preparando para a mumificação ainda em vida. 

Após a verificação, a múmia foi levada para Budapeste, onde ficará em exposição no Museu de História Natural da Hungria até maio.

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade