Brasil

Com salário 'especial' mesmo trabalhando em escritório, número de policiais cai no Brasil

3 mar 2024 - 13h51
Compartilhar

O número de policiais caiu no Brasil em dez anos. A principal diminuição ocorreu na quantidade de policiais militares, que caiu 6,8% houve também queda, de 2%, no número de policiais civis e peritos. Os dados são de levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), que mostra que o país contava em 2023 com 796 mil profissionais de segurança pública em 2023.

Desses, 404 mil são policiais militares, e 114 mil policiais civis e peritos.

O estudo é o "Raio X das Forças de Segurança Pública do Brasil". A razão principal apontada é o corte de investimentos pelos estados.

Mas aprofundando a análise, a questão vai além dos números totais. A questão é que muitos policiais não estão nas ruas. E o trabalho administrativo, de escritório, que poderia ser feito por qualquer funcionário público, paga ao policial mesmo "salário especial", por exercer atividade de risco.

"Embora haja essa queda no efetivo, há muitos policiais que estão trabalhando em atividades meio, não nas atividades fim da Polícia Militar, como o policiamento ostensivo, policiamento nas ruas, nas rondas, na prevenção, na parte preventiva da polícia”, destaca Giane Silvestre, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em entrevista para a Agência Brasil.

Como resolver isso? Outros países já encontraram a solução e basta segui-los, explica neste vídeo André Forastieri.

Homework Homework
TAGS
Publicidade
Publicidade