PUBLICIDADE

PSDB pede investigação sobre injúrias em perfis falsos na internet

10 out 2014 15h56
Publicidade

A coligação Muda Brasil, do candidato à presidência pelo PSDB, Aécio Neves, apresentou nesta sexta-feira uma denúncia na Procuradoria da República no Distrito Federal para que investigue dezenas de supostos perfis falsos nas redes sociais usados com fins racistas que, segundo a campanha, foram criados para prejudicar sua candidatura.

Os perfis dizem ser de supostos seguidores de Aécio ou do PSDB e nos últimos dias verteram incontáveis mensagens injuriosas contra os moradores do nordeste do país, responsáveis pela maior porcentagem de votação da presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT.

A campanha de Aécio constatou o "crescente aumento das manifestações de cunho racista e discriminatório em relação aos cidadãos do nordeste do país nas redes sociais", segundo um comunicado da coalizão opositora.

Essas injúrias são realizadas "sob o anonimato" através da criação de perfis falsos, "o que impede conhecer de forma efetiva a origem destas ações", segundo a coligação liderada pelos tucanos.

No comunicado, a campanha de Aécio pediu a punição dos responsáveis de "promover o ódio" entre os brasileiros e manifestou seu desejo que se conheça "quem são aqueles que se beneficiam deste procedimento inaceitável".

EFE   
Publicidade