PUBLICIDADE

Política

Fã-clubes de 'divas pop' se mobilizam contra projeto que equipara aborto ao crime de homicídio

Com repercussão a partir da noite desata segunda-feira, fãs de artistas compartilham ação de coleta de assinaturas para retirar o projeto da pauta do Congresso após iniciativa da deputada Erika Hilton

11 jun 2024 - 17h12
Compartilhar
Exibir comentários

Após mobilização da deputada federal Erika Hilton (Psol-SP), paginas de fã-clubes de artistas mundialmente conhecidas, como Beyoncé, Taylor Swift, Hihanna e Billie Eilish se mobilizam contra a o projeto que equipara ao crime de homicídio o aborto realizado após 22 semanas.

Por meio de uma publicação realizada no X (antigo Twitter), Hilton compartilhou um texto nesta segunda-feira, 10, que pedia o apoio da população para retirar o PL da pauta desta terça por meio da coleta de assinaturas online no site criancanaoemae.org contra o projeto.

Segundo a deputada, desde a noite dessa segunda até a manhã de hoje, mais de 40 mil e-mails foram enviados aos parlamentares com a ajuda da rede ao divulgar o conteúdo. Em uma publicação no X, ela agradece 27 perfis pela colaboração.

"Venho também agradecer publicamente, do fundo do meu coração, pela força gigantesca, as páginas @oliviarodrbr; @billieeilishbr; @beyoncebrasil; @updateswiftbr; @AnittaPress; @RNavyBrazil; @taylorswiftbr; @RDTLadyGaga; @beyonceaccess; @infoari; @acervourias; @BLACKPINKBRASIL; @ARMY_HTP; @LordeBrasil; @infoaespabr; @victoriamonetbr; @dualipabrasil; @teamjao; @reneerappbr; @portalkatyperry; @selenagomezbr; @AnittaMagazine; @SiteTheWeekndBR; @updategagabr; @centraldaluisa; @npomvtt e @NacaoMultivrsal", escreve Hilton na manhã desta terça.

Páginas como a @blackpinkbrasil, sobre o grupo Blackpink e a @updateswiftbr, sobre a Taylor Swift, ultrapassam 230 mil seguidores no X. Outros fã-clubes como o @beyonceaccess, sobre a cantora Beyoncé, o @BillieEilishBR, sobre a Billie Eilish também participam da causa. Cada um deles possui mais de 170 mil seguidores.

A conta @selenagomezbr, sobre a a cantora Selena Gomez, sozinha, possui mais 333 mil pessoas na comunidade do X. Segundo o perfil, após ter posicionar contra o PL do aborto, como ficou conhecido o projeto, o portal vem recebendo ataques.

"Recebemos inúmeros comentários absurdos no Instagram sobre nosso apoio ao direito ao aborto seguro - principalmente para vítimas de abuso sexual que, em sua maioria, possuem menos de 13 anos. Gostaríamos de lembrar que em 2022, Selena Gomez foi uma das celebridades que assinou a carta aberta do Planned Parenthood contra a possibilidade de revogação do direito constitucional ao aborto nos Estados Unidos. Assim como ela, nunca nos posicionaríamos contrários a um direito básico da saúde de mulheres e, infelizmente, crianças que não deveria estar em pauta", declara em uma publicação.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade