PUBLICIDADE

Política

Ciro Nogueira vai à convenção do União Brasil; federação com PP e Republicanos ganha força

Ideia de unir as principais siglas do Centrão surgiu ainda em 2022, mas até agora não se concretizou devido a impasses regionais.

29 fev 2024 - 23h52
Compartilhar
Exibir comentários

O líder do União Brasil na Câmara, Elmar Nascimento (BA), defendeu nesta quinta-feira, 29, que o partido forme uma federação com o PP e o Republicanos. A ideia de unir as principais siglas do Centrão surgiu ainda em 2022, após as eleições presidenciais, mas até agora não se concretizou devido a impasses regionais.

O assunto voltou à tona durante a convenção que elegeu o advogado Antônio Rueda como novo presidente do União Brasil, no lugar de Luciano Bivar. O presidente do PP, Ciro Nogueira, compareceu à sede do União, em Brasília, para acompanhar o anúncio do resultado da reunião.

Elmar chamou de "honrosa" a visita de Nogueira. "O PP é um partido irmão", disse o deputado federal. "Eu espero que, a partir de amanhã, internamente, a gente possa voltar a discutir a nossa federação, que é uma coisa importante para o Brasil. Eu sei que nós, junto com o PP e, talvez o Republicanos, podemos trilhar um caminho muito positivo", emendou.

Presença de Ciro Nogueira, presidente do PP, na convenção do União Brasil reacende ideia de unir siglas do Centrão.
Presença de Ciro Nogueira, presidente do PP, na convenção do União Brasil reacende ideia de unir siglas do Centrão.
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado / Estadão

Se os três partidos fechassem uma federação, teriam uma bancada de 149 deputados na Câmara e 17 senadores. Na Câmara, o partido com mais parlamentares hoje é o PL, com 96. Já a federação entre PT, PCdoB e PV, tem 81. No Senado, atualmente, o PSD tem 15 membros e o PL, 12.

Pela lei, partidos que formam federações têm de atuar de forma conjunta no Legislativo e também em eleições majoritárias. No caso da eleição para prefeito, por exemplo, só é possível lançar um candidato por federação, o que esbarra nos acordos regionais, em um ano de disputas municipais.

Na terça-feira, 27, segundo apurou o Broadcast Político/Estadão, Ciro Nogueira se reuniu com o presidente do Republicanos, Marcos Pereira, para discutir uma possível federação entre os dois partidos. O debate avançou, mas ainda não está definido se a aliança seria concretizada antes ou depois das eleições municipais.

Agora, com Rueda no comando, o União Brasil também tende a entrar nas negociações. Mas Bivar ainda fica na presidência do partido até 31 de maio, o que pode dificultar as tratativas.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), já defendeu que seu partido formasse uma federação com o União e disse que o movimento seria um passo para a fusão.

"Nós vamos caminhar para uma diminuição partidária, claro, talvez [para] 7 ou 8 [partidos]. Dois de esquerda, dois de direita e uns três de centro. É o que a gente desenha. Para diminuir isso, acho que mais a curto prazo, são as federações", defendeu Lira, em 6 de março de 2023.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade