PUBLICIDADE

Bolsonaro diz que não há corrupção endêmica no governo: 'Casos que pipocam'

Após três anos e seis meses de reiterada defesa de que não há corrupção no governo federal, presidente adaptou o discurso nesta quarta-feira

29 jun 2022 - 15h58
(atualizado às 17h58)
Ver comentários
Publicidade
Bolsonaro agora admite corrupção no governo: 'Casos isolados':

Após três anos e seis meses de reiterada defesa de que não há corrupção no governo federal, apesar de denúncias de irregularidades nos ministérios da Saúde e da Educação, o presidente Jair Bolsonaro (PL) adaptou o discurso e disse nesta quarta-feira, 29, que não há corrupção "endêmica" no Executivo.

Declaração foi feita por presidente em evento da Comissão Nacional da Indústria (CNI)
Declaração foi feita por presidente em evento da Comissão Nacional da Indústria (CNI)
Foto: Poder360

"São casos isolados que pipocam e a gente busca solução para isso", declarou Bolsonaro em evento da Comissão Nacional da Indústria (CNI). "A gente ataca a possível corrupção na origem, não interessa descobrir o corrupto, nós queremos evitar que apareça a figura do corrupto", acrescentou.

Na semana passada, o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro foi preso por suspeitas de corrupção passiva e tráfico de influência dentro do gabinete paralelo montado na pasta, revelado pelo Estadão.

Aplaudido em pé pelos empresários presentes ao chegar, Bolsonaro discursou no evento acompanhado pelo presidente da CNI, Robson Andrade. "Objetivo é conhecermos com mais detalhes o plano de vossa excelência para os próximos quatro anos", afirmou Andrade sobre o convite ao presidente.

Estadão
Publicidade
Publicidade