PUBLICIDADE

Papa Francisco lamenta morte de arcebispo emérito de Brasília

Cardeal José Freire Falcão morreu de complicações da Covid-19

27 set 2021 09h17
| atualizado às 09h41
ver comentários
Publicidade

O papa Francisco lamentou nesta segunda-feira (27) a morte do cardeal José Freire Falcão, mais uma das quase 600 mil vítimas da Covid-19 no Brasil.

Dom José Freire Falcão foi arcebispo de Brasília por 20 anos
Dom José Freire Falcão foi arcebispo de Brasília por 20 anos
Foto: Divulgação / Ansa - Brasil

Em telegrama para a Arquidiocese de Brasília, o líder da Igreja Católica disse ter recebido "com pesar" a notícia do falecimento de dom Falcão, que tinha 95 anos de idade e era arcebispo emérito da capital federal.

"Confio à misericórdia de Deus o amado cardeal, recordando-me da sua preciosa colaboração nos diferentes organismos da Santa Sé e dos meus encontros com este pastor apaixonado pela evangelização", escreveu Francisco.

Segundo o Papa, dom Falcão era "solícito em colocar os dons recebidos do Senhor ao serviço do povo de Deus e dos seus irmãos bispos".

"Dou graças ao pai do céu pelo seu ministério episcopal, em que ele se prodigalizou com generosidade, conduzindo pelos caminhos do evangelho o povo que lhe fora confiado, com o mesmo zelo com que realizara os seus serviços precedentes", acrescentou Jorge Bergoglio.

De acordo com o Arquidiocese de Brasília, o cardeal morreu na noite de domingo (26), no Hospital Santa Lúcia, após nove dias internado devido à Covid-19. Seu estado havia piorado na madrugada de 24 de setembro, com complicações respiratórias e renais.

Nascido em 23 de outubro de 1925, em Ereré (CE), dom Falcão foi arcebispo de Teresina (PI) entre 1971 e 1984 e de Brasília entre 1984 e 2004, quando se aposentou.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade