0

MPF de Brasília pede na Justiça retorno de Geddel à prisão

13 jul 2017
14h48
atualizado às 15h02
  • separator
  • comentários

O Ministério Público Federal (MPF) de Brasília enviou nesta quinta-feira à Justiça um novo pedido de prisão preventiva do ex-ministro Geddel Vieira Lima, um dia após a decisão do desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1) ter convertido a detenção dele em domiciliar.

Ex-ministro Geddel Vieira Lima durante reunião no Palácio do Planalto em Brasília
22/11/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino
Ex-ministro Geddel Vieira Lima durante reunião no Palácio do Planalto em Brasília 22/11/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino
Foto: Reuters

O MPF apresentou novos elementos para que a Justiça reverta a decisão. Um dos elementos é o depoimento recente prestado pelo empresário Lúcio Funaro em que indica que o ex-ministro praticou o crime de exploração de prestígio ao supostamente ter exercido influência criminosa sobre o Poder Judiciário.

Há também, segundo o MP, outras provas que apontam que Geddel estaria agindo para impedir a delação de Funaro.

veja também:

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade