1 evento ao vivo

Empresa italiana Leonardo lança joint venture com Maricá

Grupo atua nos setores aeroespacial, de defesa e segurança

12 fev 2020
16h58
atualizado às 17h08
  • separator
  • 0
  • comentários

A empresa italiana do setor aeroespacial Leonardo lançou nesta quarta-feira (12) uma joint venture com a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), cidade situada na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Leonardo é uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo
Leonardo é uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

A joint venture se chama Leonardo & Codemar SA (51% com a companhia italiana e 49% com o município fluminense) e tem como objetivo promover as melhores práticas no desenvolvimento e realização de projetos nos setores de segurança e resiliência urbana, assim como novas infraestruturas e serviços no ramo de helicópteros, para estimular o crescimento da economia local.

O projeto da joint venture, apresentado no terminal de passageiros do aeroporto de Maricá, inclui várias iniciativas inovadoras e prevê que a cidade se torne um "laboratório vivo" para aplicações tecnológicas avançadas, contribuindo com a segurança e a qualidade de vida dos cidadãos.

"Somos entusiastas desses novos desenvolvimentos da presença da Leonardo no Brasil, que confirmam que um diálogo aberto e transparente entre diferentes organizações pode abrir novas oportunidades até então inexploradas", afirmou o CEO do grupo italiano, Alessandro Profumo.

"A nova joint venture se concentrará no fornecimento de sistemas e serviços de segurança, para a resiliência e a proteção dos cidadãos e territórios, e demonstrará que tecnologias baseadas em satélites, o mundo cibernético e digital e a aeronáutica com e sem piloto podem contribuir para o desenvolvimento do país", acrescentou.

Já o CEO da Leonardo International, Lorenzo Mariani, disse que a joint venture representa uma "lógica evolução do plano industrial" da empresa. "Nós nos apresentamos nos países com um modelo integrado que nos permite valorizar todas as nossas competências", declarou o executivo à ANSA.

"No caso de Maricá, essa joint venture tem uma importância particular, porque consideramos inovador o modo como as autoridades locais criaram a Codemar, com o objetivo de usar recursos adicionais produzidos pelos campos do pré-sal. Isso representa uma vantagem para Maricá, mas também uma grande responsabilidade, que eles decidiram assumir para garantir um desenvolvimento sustentável", explicou.

Uma das primeiras ações da parceria será um teleporto satelitar para serviços de comunicação. A Codemar colocará à disposição da Telespazio, joint venture de serviços espaciais controlada pela Leonardo, uma vasta área que receberá um dos maiores e mais modernos teleportos da América Latina.

O local oferecerá serviços de telecomunicações para satélites geoestacionários, além de serviços de baixa latência e com banda larga elevada para constelações de satélites de baixa órbita.

A assinatura do acordo relativo ao teleporto teve as presenças do cônsul-geral da Itália no Rio de Janeiro, Paolo Miraglia del Giudice, e dos secretários estaduais do Trabalho, Jorge Gonçalves, e da Ciência e Tecnologia, Leonardo Rodrigues, que anunciou a criação de uma escola pública em Maricá para a formação de técnicos em manutenção de aeronaves.

O objetivo é garantir uma mão de obra local qualificada, tendo em vista a joint venture com a Leonardo.

Veja também:

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade