PUBLICIDADE

Professora que sofreu infarto após ataque a creche em Blumenau recebe alta

Educadora precisou ser internada às pressas e foi submetida a uma cirurgia

9 abr 2023 - 09h34
(atualizado às 09h50)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/Google Street View

A professora da Creche Cantinho Bom Pastor, em Blumenau, Santa Catarina, que sofreu um infarto após o ataque na instituição, recebeu alta, segundo informado pela unidade educacional por meio de nota divulgada na noite deste sábado, 8. Identificada como Alaide, a educadora foi internada às pressas para uma cirurgia na quinta-feira, 6. 

De acordo com a nota divulgada pela creche, o infarto foi provavelmente devido ao "trauma emocional de ter presenciado a tragédia". Alaide, de 60 anos, estava na instituição no momento do ataque. Ela ajudou a socorrer as crianças.

A professora precisou passar por uma cirurgia para a introdução de um cateter no coração. Segundo a creche, ela foi ao hospital com um quadro de síndrome coraniana. Em seguida, exames realizados na unidade hospitalar confirmaram que ela sofreu um infarto agudo do miocárdio e a educadora foi submetida a um cateterismo. 

Alaide sofreu o infarto um dia após o ataque a creche em Blumenau, que ocorreu na manhã de quarta-feira, 5. Um homem invadiu o local, portando uma machadinha. Ele, que já tinha antecendentes criminais, matou quatro crianças e deixou outras cinco feridas.

O episódio gerou alguns desdobramentos. O governo federal anunciou um canal online para denúncia de ameaças feitas contra escolas, além de outras investigações estarem em andamento. Um grupo de pais e alunos da cidade de Joinville, também em Santa Catarina, denunciou um professor que teria apoiado o ataque.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade