PUBLICIDADE

Idosa de 80 anos fica gravemente ferida ao cair em fosso de elevador em Curitiba

Socorrista do Corpo de Bombeiros comentou que, levando em conta a idade e a altura da queda, o acidente foi gravíssimo

17 mai 2024 - 19h18
Compartilhar
Exibir comentários

Uma idosa de 80 anos teve ferimentos graves após cair no fosso de um elevador no prédio que mora na noite desta sexta-feira (17) na Rua Lamenha Lins, no bairro Rebouças em Curitiba. Segundo socorristas, ela despencou de uma altura de aproximadamente 5 metros, em queda livre.

Foto: Cristiano Vaz/Banda B. / Banda B

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, tudo indica que a idosa tenha acreditado que o elevador estaria no local, mas não estava. Por isso caiu.

"Era um elevador particular, usado para a residência, e ela teve um problema no elevador, caindo do primeiro andar até o térreo, aproximadamente uns quatro metros de queda. O elevador não estava no piso, então provavelmente ela foi abrir e adentrou ao elevador sem estar no prumo, aí acabou caindo para a garagem"

detalhou o tenente Lechinhoski, dos bombeiros.

O tenente dos bombeiros comentou que, levando em conta a idade e a altura da queda, o acidente foi gravíssimo.

"Ela caiu em pé, então é uma condição grave tendo em vista a condição da vítima e as lesões, as fraturas. Quando chegamos, ela estava dentro do fosso e sentia muita dor na perna e na pelve, o que é natural pela lesão que sofreu. Ela teve um atendimento muito rápido e isso vai favorecê-la no atendimento, mas ainda demanda muitos cuidados no hospital também". 

Por conta da gravidade da situação, foi necessário apoio do médico do Siate no local. Antônio Toso, o médico que socorreu a mulher, disse que a situação inspira cuidados no hospital.

"O impacto foi bastante grande pela altura, impacto bastante forte. Felizmente ela está consciente, conversando normal com a gente. Mas teve uma pancada forte em membro inferior, na coxa, no tornozelo, e pela altura da queda às vezes pode aparecer outros sinais de algum problema na evolução. No hospital vai ter que passar por outros exames para se cercar de qualquer complicação"

explicou Antônio Toso, médico do Siate.

A idosa foi levada para o Hospital do Trabalhador.

Foto: Cristiano Vaz/Banda B. / Banda B
Banda B
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade