PUBLICIDADE

Fuga de serial killer em 2018 teve cansaço e invasões

Lázaro repete modus oerandi de quando teve a polícia atrás dele há três anos

22 jun 2021 12h16
| atualizado às 12h20
ver comentários
Publicidade

Lázaro Barbosa se tornou o nome mais falado nos últimos 15 dias. O serial killer está foragido e movimenta a polícia de vários Estados e até o mesmo exército na busca para descobrir o seu paradeiro.

Projeções de disfarces de Lázaro Barbosa, feitas pela Polícia Civil do DF
Projeções de disfarces de Lázaro Barbosa, feitas pela Polícia Civil do DF
Foto: PCDF / Divulgação

De acordo com o jornal O Globo, o criminoso está repetindo o modus operandi da sua fuga em 2018. Em depoimento há três anos, ele relatou que sentiu fome, cansaço e invadiu residências para tomar banho e furtar comida. Na época, Lázaro era procurado por ser acusado de dois assassinatos no povoado de Melancia, em Barra do Mendes.

No começo da semana, a Defensoria Pública do Distrito Federal fez um pedido à Vara de Execuções Penais para que Lázaro seja colocado em uma cela individual quando for preso. No entanto, a Justiça negou.

"É completamente descabido analisar eventual cometimento tortura, a uma, porque sequer foi descrita qualquer conduta criminosa; a duas, porque o sentenciado deste feito, apontado como potencial vítima, sequer está preso; e, a três, porque este Juízo não é competente para analisar e julgar crimes, mas para executar penas", disse a juíza Leila Cury na decisão. 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade