PUBLICIDADE

Filho de Lula se pronuncia contra acusação de violência e fala que declarações são "fantasiosas"

A médica Natália Schincariol protocolou, virtualmente, na Delegacia da Mulher de São Paulo, um Boletim de Ocorrência detalhando as violências física, psicológica e moral sofridas por anos em seu relacionamento com Luís Cláudio

2 abr 2024 - 21h09
(atualizado em 3/4/2024 às 09h19)
Compartilhar
Exibir comentários

Luís Cláudio Lula da Silva, filho caçula do presidente Lula, respondeu, por meio de sua equipe de advogados, as acusações de violências física, psicológica e moral feitas por Natália Schincariol, com quem tinha uma união estável. No documento, Luís nega qualquer crime relatado no Boletim de Ocorrência desta terça-feira (2) e diz que as declarações são "fantasiosas".

Luís Cláudio Lula da Silva tem 39 anos
Luís Cláudio Lula da Silva tem 39 anos
Foto: X/Reprodução / Perfil Brasil

"Tomamos conhecimento das fantasiosas declarações que teriam sido proferidas pela médica, atribuindo ao nosso cliente inverídicas e fantasiosas agressões, cujas mentiras são enquadráveis nos tipos dos delitos de calúnia, injúria e difamação, além de responder por reparação por danos morais, motivos pelos quais serão tomadas as medidas legais pertinentes", justifica o comunicado.

Denúncia contra filho de Lula

A médica Natália Schincariol protocolou, virtualmente, na Delegacia da Mulher de São Paulo, um Boletim de Ocorrência detalhando as violências física, psicológica e moral sofridas por anos em seu relacionamento com Luís Cláudio.

Ela explicou que chegou a faltar por um mês no trabalho em resultado de traumas causados pelas agressões. Natália também disse que chegou a ser hospitalizada com crises de ansiedade. Segundo a médica, no começo do ano, ela levou uma cotovelada na barriga após recusar-se a entregar seu celular para o companheiro. Além de agredi-la fisicamente, ele a xingava de forma constante, com termos como "vagabunda" e "doente mental".

O documento também explicita que, durante os dois anos que moraram juntos, o filho de Lula chegava bêbado em casa e tentava entrar no quarto de Natália "de todas as formas", mesmo quando ela não queria. Neste âmbito, ela também revelou que ele se relacionava "sem proteção" com outras mulheres. "Contraiu infecção e me expôs em risco conscientemente", afirmou.

Com tudo isso, Luís ainda a coagiu a não prestar queixa, visto que ele é filho do presidente e se safaria das acusações. "Meu pai vai me proteger e vai sair perdendo, eu vou acabar com sua alma. Vou falar para todos que você é uma insana, ninguém irá acreditar em você", disse o homem, segundo Natália.

**Caso você ou alguém que você conheça esteja sofrendo ou mostre indícios de qualquer tipo de violência, acione a Delegacia da Mulher imediatamente, por meio do site ou discando o número 180. Denuncie sempre. Não se cale.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade