PUBLICIDADE

CPTM: ferroviários encerram greve após acordo com o governo

Linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos voltam a operar normalmente a partir da próxima sexta-feira, 16

15 jul 2021 20h33
ver comentários
Publicidade

A greve dos ferroviários que começou nesta quinta-feira, 15, chegou ao fim após a categoria ter firmado um acordo com o governo do Estado para o pagamento das parcelas atrasadas do Programa de Participação nos Resultados (PPR). Com isso, todas as linhas da CPTM voltarão a funcionar normalmente a partir das 4h da próxima sexta-feira, 16.

O pagamento das parcelas do PPR referentes a 2020 era uma das principais reivindicações dos ferroviários, cuja previsão inicial era para março e junho deste ano. Com o novo acordo, ficou previsto que elas serão pagas no próximo 10 de agosto e em 10 de janeiro de 2022. Já o reajuste salarial dos últimos dois anos, também exigido pela categoria, ainda será decidido pelo Tribunal Regional do Trabalho.

Em nota, a CPTM informa que o funcionamento das linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda e 10-Turquesa, prejudicadas pela paralisação desta quinta, já retomaram o funcionamento gradativamente a partir desta tarde. Mais cedo, a empresa teve que recorrer à frota do Sistema Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) para auxiliar o transporte.

Na próxima segunda-feira, 19, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil, que representa operadores das linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade, realizará uma nova assembleia com a categoria para debater a proposta enviada por Alexandre Baldy, secretário dos Transportes Metropolitanos do Estado.

De acordo com o diretor Alexandre Múcio, caso os ferroviários não aprovem a nova oferta, haverá uma nova greve já votada pela categoria para a terça-feira, 20.

Estadão
Publicidade
Publicidade