PUBLICIDADE

Com agravo da pandemia, saiba como fazer doação para ajudar no combate à fome

Desemprego e colapso na saúde tornaram ações mais escassas, no entanto, muitas pessoas carentes dependem de ato solidário para sobreviver; entidades também buscam voluntários para ajudar na distribuição de alimentos

29 mar 2021 19h03
| atualizado em 4/5/2021 às 06h43
ver comentários
Publicidade

SÃO PAULO - Assim como a população de diversos países do mundo, brasileiros também sentem o impacto da fome no pior momento da pandemia da covid-19. Para amenizar o sofrimento provocado, entidades, ONGS e autoridades de São Paulo e de outros Estados reforçam campanhas que ajudam na arrecadação de alimentos, assim como recursos financeiros destinados para a compra de mantimentos.

Diante do atual cenário, com desemprego e colapso na saúde, as doações que estiveram muito presentes no início da pandemia, agora estão menores. Mas assim como há quem precise deste ato de solidariedade, também existem pessoas que ainda podem e querem colaborar.

Segundo o Estadão noticiou recentemente, os brasileiros estão procurando mais orientações na internet sobre como fazer uma contribuição. As pesquisas feitas com os termos "como doar" cresceram 54% em março na comparação com fevereiro, de acordo com dados do Google Trends. Dentre as buscas feitas usando essas palavras, a pergunta mais elaborada - "Tem gente com fome, como doar?" - teve crescimento de mais de 50 vezes em 7 dias, em comparação com a semana anterior.

Saiba como ajudar:

Ação da Cidadania

A pessoa que quiser ajudar pode colaborar com cestas básicas ou alimentos individuais não perecíveis (arroz, feijão, óleo e açúcar, por exemplo). Há ainda a possibilidade de colaborar com recursos financeiros. A entidade realiza a compra e envia a nota fiscal, assim como fotos da entrega dos mantimentos para as famílias carentes. Com a pandemia, também é possível agendar para que a ONG retire os alimentos na residência dos doadores.

No ano passado, foram arrecadadas mais de 900 toneladas de alimentos somente no Estado de São Paulo, o que deu em torno de 87 mil cestas básicas. A rede da Ação da Cidadania está presente em 19 estados do País, mais o Distrito Federal. Neste momento, dá prioridade aos Estados do Nordeste e Norte do Brasil.

Contatos:

  • Rio de Janeiro (Coordenação Nacional)

    Telefone: 21 2233-7460

    Email: acao@acaodacidadania.org.br

    Endereço: Sede nacional - Avenida Barão de Tefé, 75 - Saúde - Rio de Janeiro

  • São Paulo

    Telefone: 11 98666-0158, contato com Tania Maria Alba

    Email: t-m-alba@hotmail.com

Para mais informações, acesso o site.

Aldeias Infantis SOS Brasil

Fundada em 1949 na Áustria e presente no Brasil há 54 anos, a entidade, maior no mundo em atendimento direto à criança, luta pelo direito de crianças e adolescentes de viverem em família. Atua em mais de 70 projetos, em 31 localidades.

Além do serviço de acolhimento em casas lares, que atende hoje cerca de 500 crianças e adolescentes que foram separados de suas famílias, e do trabalho de fortalecimento familiar, que busca prevenir a desintegração das famílias em situação de alta vulnerabilidade, a organização atua em resposta a emergências, como a crise provocada pela covid-19.

Com a campanha #SOSPrecisamoContinuar, a Aldeias Infantis conseguiu, em 2020, além de manter seus projetos, apoiar 32 mil famílias com cestas básicas e vale-alimentação.

A organização humanitária recebe doações de cestas básicas e kits de higiene pessoal e de prevenção à covid-19, além da contribuição online feitas pelo site.

Contatos:

  • Telefone: 11 4003-6543
  • Email: faleconosco@aldeiasinfantis.org.br
  • Endereço Nacional: Rua Maracaju, 26 - Vila Mariana - São Paulo - SP - CEP: 04013-020

Banco de Alimentos

Fundada em 1998, a ONG recolhe alimentos que já perderam valor de prateleira no comércio e indústria, mas ainda estão perfeitos para consumo, e os distribui onde são mais necessários.

No lugar de descartá-los, os parceiros doam os excedentes à associação civil que repassa tudo para as instituições sociais cadastradas no projeto.

Também é possível participar com a doação de recursos financeiros.

Para mais informações acesso o site.

Caça-Fome

O projeto nasceu como uma campanha emergencial em abril do ano passado para socorrer pessoas em situação de risco ou vulnerabilidade por meio da distribuição de alimentos (cestas-emergenciais) e máscaras de proteção contra o novo coronavírus.

  • Contato:

    Telefone: 11 97630-8221 (arrecadação de doações)

  • Conta bancária:

    CNPJ 37.298.605/0001-10

    Banco Bradesco

    AG 0031

    C/C 9825-6

Para mais informações sobre o instituto acesse o site ou envie um e-mail para contato@cacafome.com.br.

Caritas

Fundada em 1956, a organização internacional possui doze regionais situadas em território nacional. São Paulo, Paraná, Pernambuco, Rondônia e Santa Catarina se encontram entre as regionais que oferecem assistência a migrantes e refugiados.

  • Contatos para agendar entrega de doações:

    Telefones: 11 99497-5612 ou 11 99391-7374

    E-mail: caritas.sp@caritas.org.br

  • Conta bancária:

    Banco do Brasil

    Agência: 2800-2

    Conta corrente: 30.004-2

    CNPJ: 33.654.419/0009-73

CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) iniciou no domingo, 28, a Campanha da Fraternidade, data que marcou doações em comunidades religiosas que permancem abertas seguindo os protocolos sanitários.

Como muitas igrejas permanecem fechadas, a coleta seguirá até o fim do mês de abril. O interessado em participar pode entrar em contato com a CNBB.

Contatos:

  • Telefone: 61 2103-8300
  • E-mail: financeiro@cnbb.org.br
  • Site: campanhas.cnbb.org.br

Conheça ainda o Fundo Nacional de Solidariedade e os projetos apoiados com as oferta.

Arquediocese de São Paulo

O cardeal Dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, emitiu alerta sobre a dramática situação. Segundo ele, as doações de alimentos diminuíram nas paróquias e os que procuram e estão com fome aumentam a cada dia. "É preciso mobilizar a população para a doação de alimentos, que podem ser encaminhados às paróquias e também diretamente às obras sociais voltadas para o cuidado dos mais carentes", pediu.

Para mais informações acesse o site.

Comunidade religiosa

Com o agravamento da pandemia, aumentou exponencialmente a procura por cestas básicas. Desde março do ano passado, já foram entregues mais de 15 mil cestas. As doações podem ser entregues na Paróquia São Francisco de Assis, que fica na Rua Miguel Rachid, 997, em Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo.

Para mais informações sobre horários de entrega ou doações por transferência bancária entre em contato pelo WhatsApp: 11 95610-4643.

Coalizão Negra por Direitos

Campanha nacional de arrecadação de fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia da covid-19.

Apoiada pela Fundação Tide Setubal, que faz parte da Ação Brasileira de Combate às Desigualdades (ABCD), a iniciativa 'Tem gente com fome' da Coalização Negra por Direitos já arrecadou pouco mais de R$ 4 milhões.

A ação social envolve a compra e a distribuição de alimentos. As doações financeiras podem ser feitas pelo site.

Para outras informações, envie um e-mail para contato@temgentecomfome.com.br.

Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

A instituição mantém o recebimento de mantimentos e produtos de higiene e limpeza durante a pandemia.

Os produtos podem ser entregues diretamente na Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis, na zona sul da capital paulista. Os voluntários fazem ainda o trabalho de retirar as doações dos porta-malas, higienizam tudo e os motoristas não precisam sair do carro.

Ao todo, 119 instituições cadastradas recebem as doações, em especial as que estão localizadas nas áreas mais periféricas da cidade. Além disso, há pessoas físicas que procuram a entidade em busca de cestas básicas e também são atendidas.

Pelo site, a pessoa também pode fazer a doação de recursos financeiros para ajudar quem está passando fome.

Para outras informações entre também em contato pelo telefone 11 5056-8692.

Em março de 2020, foram arrecados R$ 113 mil em dinheiro por meio dos canais de contribuição. Ao longo dos meses seguintes, com o agravamento do número de casos de covid-19, as doações caíram consideravelmente e, este mês, atingiram cerca de R$ 1 mil, uma redução de quase 100%. No entanto, a Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo reforça a importância da contribuição neste momento para quem mais necessita de ajuda.

Entidade beneficente israelita Ten Yad

A instituição, que se dedica ao combate à fome no Brasil, busca voluntários em sua operação para fornecer alimentação gratuita aos seus assistidos, durante a crise do coronavírus que atravessa um de seus piores momentos. São mais de 600 refeições diárias entregues no domicílio dos beneficiados de segunda a sexta, na maioria idosos.

"Durante esse período mais difícil é que temos que olhar para quem precisa do básico. São centenas de pessoas que dependem de nós para se alimentar. Toda nossa equipe está voltada ao programa alimentar e para sustentá-lo precisamos de ajuda", afirma o rabino Berel Weitman, diretor da instituição.

Os interessados devem entrar em contato pelo WhatsApp: 11 99225-3943.

G10 das Favelas

O bloco de líderes e empreendedores de impacto social as 10 maiores comunidades do Brasil está presente em 300 favelas. Durante a pandemia criou a iniciativa dos Presidentes de Rua, onde cada representante fica responsável por 50 famílias, articulando iniciativas para reduzir seus efeitos, contribuindo para a proteção da população mais vulnerável.

Neste momento, além da covid-19, a fome se mostra uma grande ameaça e um grande desafio para ser vencido. Com isso, o movimento #panelasvazias surgiu combatendo a fome no Brasil. Diariamente são realizadas a entrega de marmitas, kit higiene e outras necessidades.

Doações podem ser entregues na sede do Pavilhão Social G10 Favelas que fica na Rua Itamotinga, 100, Paraíso do Morumbi ou no Colégio Visconde de Porto Seguro, localizado na Rua Floriano Peixoto Santos, 55, Jardim Leonor.

Além disso as contribuições podem ser feitas pelos seguintes meios:

  • Site: www.g10favelas.com.br
  • Conta bancária:

    Banco do Brasil

    Agência 5988-9

    CC 7459-4

    CNPJ 12.772.787/0001-99

  • IEP G10 das Favelas

    PIX 12.772.787/0001-99

    Paypal contato@g10favelas.com.br

    Picpay @g10favelas

  • IBAN: BR6600000000059880000074594C1

Programa Alimento Solidário

Desde o início da pandemia, o Governo de São Paulo realiza diversas ações emergenciais para atender a população em maior situação de vulnerabilidade social no Estado, entre elas, a distribuição de mais de 1,5 milhão de cestas de alimentos para famílias em situação de extrema pobreza nas seis regiões metropolitanas do Estado pelo Programa Alimento Solidário, assim como a ampliação do Programa Viva Leite, para reforçar a nutrição de 21 mil idosos residentes de abrigos institucionais.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, o Fundo Social também realizou diversas iniciativas, como a arrecadação de R$ 1 bilhão em doações, por meio do Comitê Solidário, destinados à compra de cestas básicas, produtos de higiene, vacina, entre outros itens para assistir famílias em vulnerabilidade social no território paulista.

Outra iniciativa, que visa conectar pessoas e empresas que desejam contribuir com causas sociais, é a plataforma São Paulo Mais Humana. Acesse o site e veja como é possível contribuir com entidades do entorno, por meio de voluntariado ou doações de bens, dinheiro ou cestas básicas.

Programa Cidade Solidária

Segundo a Prefeitura de São Paulo, o programa Cidade Solidária, desde janeiro deste ano coordenado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), passou a ganhar novo fôlego com as medidas que foram anunciadas recentemente, com a aquisição e a entrega de 100 mil cestas básicas por mês.

De maio de 2020 até 25 de março deste ano, já foram distribuídas 2.458.061 de cestas básicas à população mais vulnerável do município.

As pessoas que quiserem ajudar o programa podem fazer as doações de cestas básicas ou dos alimentos não perecíveis que entram na composição delas. Os locais disponíveis para doação são os equipamentos da SMDHC espalhados pela cidade ou no galpão da Cruz Vermelha Brasileira São Paulo, localizado na Avenida Moreira Guimarães, 699, Indianópolis, na zona sul da cidade, que é uma das entidades parceiras nesta ação humanitária.

As empresas e organizações que quiserem fazer uma doação devem entrar em contato pelos telefones 11 2833-4170, 2833-4166, ou 2833-4165 ou enviar mensagem para o e-mail: doacoes@prefeitura.sp.gov.br para receber as orientações das equipes do programa.

O Cidade Solidária também aceita contribuições em dinheiro. As doações podem ser feitas por transferência bancária para a conta: PMSP/SMDU-Cidade Solidária - CNPJ: 46.395.000/0001-39.

  • Banco do Brasil

    Agência 1897-X

    C/C 2020-6

Para mais informações sobre o programa acesse o site.

Rotary International

Presente no Brasil desde 1923, o Rotary International realiza projetos humanitários por meio de seus mais de 2,4 mil clubes em todo o País.

Desde o início da pandemia, os Rotary Clubs vêm se mobilizando para ajudar as comunidades em que estão inseridos, realizando a doação de alimentos a entidades assistenciais e pessoas em situação de vulnerabilidade, além de distribuir materiais de higiene e equipamentos de proteção individual.

Em São Paulo, quem quiser ajudar pode fazer a doação de alimentos não perecíveis a Rotary Clubs da capital e região metropolitana. Veja abaixo os contatos e endereços para entrega de doações:

  • Rotary Club de São Paulo - Barra Funda

    Rua Aimbere, 2113

    Tel: 97852-4950

    E-mail: presidente@rotarybarrafunda.org.br

  • Rotary Club de São Paulo -sul

    Rua Orlando Murgel, 161

    Tel: 98272-6043

  • Rotary Club de São Paulo Parque do Ibirapuera e Rotary Club de São Paulo Vizinhança Solidária

    Base Comunitária Vila Gumercindo: Rua Vigário Albernaz, 191, esquina com Avenida Ricardo Jafet.

    Tel: 99148-8858

  • Rotary Club de São Paulo Aeroporto

    Avenida Dr. Torres Neto, 246

  • Tel: 99311-7230
  • Rotary Club de Osasco

    E-mail: secretaria@rotaryosasco.org.br

UniãoBR

É um movimento voluntário da sociedade brasileira, sem envolvimento político, para fortalecer o combate aos efeitos da pandemia do novo coronavírus no Brasil. Entre eles, a fome que atinge milhares.

Acesse o site e conheça as iniciativas da ONG para ajudar quem mais precisa em todas as regiões do Brasil.

Estadão
Publicidade
Publicidade