4 eventos ao vivo

CCSP e mais 9 imóveis têm tombamento homologado em SP

Prefeitura de São Paulo também oficializou preservação da Chácara Baruel, da Biblioteca Narbal Fontes e de outras três residências na zona norte

26 set 2019
12h29
atualizado em 27/9/2019 às 08h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo homologou na quarta-feira, 25, o tombamento de nove imóveis no eixo formado pela Avenida Liberdade e a Rua Vergueiro e da primeira estação de tratamento a captar água do Guarapiranga. Além disso, publicou a notificação do tombamento de outras cinco residências nos distritos Tremembé e Santana, na zona norte.

Dentre os imóveis do Eixo Liberdade-Vergueiro, estão o Centro Cultural São Paulo (CCSP) e a Igreja Santa Cruz das Almas dos Enforcados. O tombamento foi decidido em março do ano passado durante reunião do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp).

A determinação considerou estudos realizados na região em 1987, os mesmos que deram origem ao tombamento dos caminhos Glória-Lavapés. A resolução de tombamento ressalta a "dimensão sociocultural, da história, do cotidiano e da paisagem local, para além dos aspectos da arquitetura em si" e "os caminhos históricos da cidade de São Paulo, seu traçado e geografia, como testemunhos do processo de urbanização da cidade e da sua paisagem cultural".

Antigo galpão transformado em teatro foi tombado na Liberdade
Antigo galpão transformado em teatro foi tombado na Liberdade
Foto: Google Street View/Reprodução / Estadão

Além disso, o texto ressalta que o Eixo Liberdade-Vergueiro era tradicionalmente usado durante o período de urbanização da cidade como principal caminho até Santo Amaro. "Esse caminho passou por grandes transformações, ocasionadas pela expansão e desenvolvimento urbano, representados pela instalação de trilhos de bondes, depois pela linha norte-sul do metrô, e por um processo de verticalização ainda em andamento, estruturado a partir dessa via ou eixo."

Com a determinação, qualquer intervenção na via, nos canteiros e nas calçadas da Avenida Liberdade, da Rua Vergueiro e da Praça da Liberdade precisão de análise prévia no Departamento do Patrimônio Histórico (DPH) e do Conpresp.

Estação de água também é tombada no Alto da Boa Vista

A Secretaria Municipal de Cultural ainda homologou o tombamento da Estação de Tratamento de Água Theodoro Ramos, no Alto da Boa Vista, na zona sul. O espaço foi inaugurado em 1929, sendo pioneiro na captação de água da Represa Guarapiranga e que chegou a abastecer cerca de 400 mil pessoas até ser desativada em 1998.

A estação pertence até hoje à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O processo de tombamento estava em tramitação na esfera municipal desde 2009, sendo votado em reunião do Conpresp em agosto. A decisão abarca a antiga Casa do Filtro, a Bacia de Decantação e a Casa de Química.

"No cenário de pouca disponibilidade de água na década de 1920 e após anos de análise das alternativas disponíveis, a opção pela captação de águas menos puras para abastecimento da população a partir da Represa de Guarapiranga somente se tornou viável com a construção desta ETA, que introduziu o tratamento de água em larga escala através de uma nova tecnologia de filtros, importada da Alemanha, o que lhe confere importância científica ímpar", explica a resolução de tombamento.

A estação leva o nome do idealizador e criador do projeto, o engenheiro Theodoro Augusto Ramos. "Arquitetura da ETA Prof. Dr. Theodoro Augusto Ramos se insere em um momento de busca por uma expressão que ilustrasse as aspirações de pujança e modernidade da população paulista, representada pelo estilo art déco", diz. "É referência urbana no bairro do Alto da Boa Vista."

Antiga edificação na Liberdade foi tombada
Antiga edificação na Liberdade foi tombada
Foto: Google Street View/Reprodução / Estadão

Cinco residências na zona norte também estão com tombamento oficializado

A Prefeitura também publicou um edital de notificação do tombamento de cinco imóveis residenciais na zona norte da capital, construídos entre as décadas de 30 e 60. A preservação foi decidida em reunião do Conpresp em março de 2018.

Dentro os que imóveis que precisarão ser preservados, está o "Palacete Baruel", erguido há mais de cem anos e também chamado de "Castelinho Baruel" por moradores da região. Outro destaque é a Biblioteca Narbal Fontes, também com história ligada à família Baruel antes de se tornar um equipamento da Prefeitura.

Conpresp arquiva pedido de estudo de tombamento de templo budista

O pedido de abertura de estudo de tombamento do templo budista Nikkyoji, da Vila Mariana, zona sul, foi arquivado no dia 16 deste mês. A decisão foi tomada em reunião do Conpresp, que considerou não terem sido "encontradas características que justifiquem a preservação".

O templo é ligado à Honmon Butsuryu Shu (HBS), vertente religiosa conhecida como budismo primordial. O espaço foi inaugurado em 1982, mas a fachada e o telhado atuais (de inspiração japonesa) são de 2012.

O processo de preservação tinha o apoio de cerca de parte dos moradores da região e de um abaixo assinado, com algumas centenas de nomes. A HBS era contrária ao tombamento e já tem uma mudança de endereço planejada.

Conjunto de sobrados também está entre os novos bens tombados em São Paulo
Conjunto de sobrados também está entre os novos bens tombados em São Paulo
Foto: Google Street View/Reprodução / Estadão

Veja a lista de novos tombamentos:

1. Sobrado na Praça da Liberdade, 83 - Liberdade

2. Igreja Santa Cruz das Almas dos Enforcados, na Praça da Liberdade, 238 - Liberdade

3. Condomínio Edifício Jahu, no Largo da Pólvora, 96 - Liberdade

4. Antigo galpão fabril transformado em teatro na Rua Barão de Iguape, 113 - Liberdade

5. Casarão na Avenida Liberdade, 688 - Liberdade

6. Conjunto de quatro sobrados na Rua Santana de Paraíso, 38, 42, 46 e 52 - Liberdade

7. Antigo predinho na Rua Castro Alves, 9 - Aclimação

8. Igreja e parte antiga do Colégio Santo Agostinho, na Praça Santo Agostinho, 37 - Liberdade

9. Centro Cultural São Paulo, na Rua Vergueiro, 1.000 - Aclimação

10. Estação de Tratamento de Água Theodoro Ramos, na Rua Américo Brasiliense, 630 - Alto da Boa Vista

11. Casa na Av. Nova Cantareira, 5.816 - Tucuruvi

12. Casa na Av. Nova Cantareira, 5.631 - Tucuruvi

13. Residência na Rua Casa Forte, 166 - Água Fria

14. Antiga Chácara Baruel, na Rua Voluntários da Pátria, 2.677 - Santana

15. Biblioteca Narbal Fontes, na Conselheiro Moreira de Barros, 170 - Santana

Veja também:

Bolsonaro fala em 'cartão vermelho' para quem sugere congelar aposentadorias e enterra Renda Brasil
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade