PUBLICIDADE

Tailândia será primeiro país do Sudeste Asiático a reconhecer casamento entre pessoas do mesmo sexo

18 jun 2024 - 13h01
Compartilhar
Exibir comentários

O Senado da Tailândia aprovou a redação final de uma lei de igualdade de casamento, nesta terça-feira, abrindo caminho para que o país se torne o primeiro do Sudeste Asiático a reconhecer casais do mesmo sexo.

O projeto de lei, que é a culminação de mais de duas décadas de esforços de ativistas, foi apoiado por uma maioria esmagadora de parlamentares na câmara alta.

A lei, que precisa da aprovação real, entrará em vigor 120 dias após ser publicada no diário oficial, o que significa que os primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo poderão ocorrer ainda este ano.

"Hoje comemoramos outro marco significativo na jornada da nossa Lei do Casamento Igualitário", disse o primeiro-ministro tailandês, Srettha Thavisin, em um post no X.

Grécia legaliza casamento homoafetivo; veja outros países que reconhecem a união Grécia legaliza casamento homoafetivo; veja outros países que reconhecem a união

"Continuaremos nossa luta pelos direitos sociais para todas as pessoas, independentemente de seu status."

Os defensores da causa LGBT consideraram a medida um "avanço monumental", uma vez que a Tailândia será a primeira nação do Sudeste Asiático a promulgar a legislação sobre casamento igualitário e a terceira na Ásia, depois do Nepal e de Taiwan.

"Estamos muito orgulhosos de fazer história", disse Plaifah Kyoka Shodladd, membro de um comitê parlamentar sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo.

"Hoje o amor triunfou sobre o preconceito... depois de lutar por mais de 20 anos, hoje podemos dizer que este país tem igualdade no casamento."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade