PUBLICIDADE

Robinho e Daniel Alves: as diferenças do dia a dia na cadeia no Brasil e na Espanha

Robinho foi condenado a 9 anos de prisão e Daniel Alves recebeu pena de 4 anos e 6 meses de cadeia, mas está em liberdade

24 abr 2024 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O ex-jogador Robinho cumpre pena de 9 anos de prisão em Tremembé, no Vale do Paraíba/SP, com o acesso a atividades esportivas e educativas. Daniel Alves, na Espanha, exercia tarefas de limpeza antes de ser solto em liberdade provisória.
Robinho divide cela com outro detento e Daniel Alves ocupava uma cela individual antes da liberdade provisória
Robinho divide cela com outro detento e Daniel Alves ocupava uma cela individual antes da liberdade provisória
Foto: Divulgação: Ivan Storti/Santos FC/ Reprodução: Instagram/danialves

O ex-jogador Robinho, condenado pelo crime de estupro coletivo na Itália, completou um mês preso em Tremembé no dia 21 de abril, com uma rotina que inclui futebol e outras atividades. Na Espanha, antes de ser solto em liberdade provisória, Daniel Alves, condenado por estupro no país, realizava atividades de limpeza para "passar o tempo".

Confira as diferenças das rotinas dos ex-jogadores nas prisões brasileira e espanhola:

Robinho

Robinho, que foi condenado na Itália, mas cumpre a pena de 9 anos de prisão na Penitenciária 2 de Tremembé, no Vale do Paraíba, no interior de São Paulo, segue a rotina regular do "presídio dos famosos", conhecido por ter detentos como Alexandre Nardoni, condenado pela morte da filha Isabella, e Cristian Cravinhos, preso pelo assassinato do casal Richthofen.

Ele está inscrito em uma lista de vagas de trabalho no presídio. Para trabalhar na unidade, leva-se em consideração as habilidades do detento e formações profissionais. A lista é organizada por ordem cronológica por data de ingresso dos presos na unidade penitenciária.

Caso Daniel Alves: relembre outros jogadores condenados por assédio ou violência sexual Caso Daniel Alves: relembre outros jogadores condenados por assédio ou violência sexual

Alguns serviços são remunerados e os presos recebem em uma conta pecúlio, a qual a família pode ter acesso para retirar parte do valor ou o presídio pode comprar itens para serem entregues ao detento.

O ex-jogador também tem acesso a atividades esportivas e educativas, como oficinas de inglês e teatro, ações religiosas, ensaios musicais, sessões de filmes com comentários e partidas de futebol, de acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Robinho divide a cela com outro detento e pode receber visitas aos finais de semana, das 8h às 16h. Os dias 5 e 6 de abril foram os primeiros dias em que ele teve autorização para receber visitas.

Daniel Alves

Daniel Alves foi preso no dia 20 de janeiro do ano passado pelo estupro de uma jovem em uma boate em Barcelona, na Espanha. Condenado a 4 anos e 6 meses de prisão, ele conseguiu liberdade provisória em março e, desde então, precisa se apresentar ao Tribunal de Barcelona toda semana.

No mês em que foi preso, o jornal espanhol El Periódico revelou que o ex-jogador tinha uma rotina sem privilégios no Centro Penitenciário Brians 2, que iniciava às 8h e terminava às 22h, quando as luzes do módulo se apagavam.

Ele era hostilizado e chamado de "estuprador" por outros presos, de acordo com as informações do canal espanhol Telecinco, reveladas em maio do ano passado. 

"Ele não sai. Ele só sai para o centro esportivo quando joga contra outro módulo. Se não, ele fica lá no módulo ou senta na enfermaria para ver televisão", afirmou um preso ao canal espanhol.

Em fevereiro deste ano, o Telecinco revelou que Daniel passava o tempo na prisão realizando tarefas de limpeza e manutenção. O ex-jogador tentava se manter ocupado e, no restante do tempo, praticava atividades físicas, de acordo com um detento.

Daniel Alves começou a ocupar uma cela individual para não incomodar os outros presos já que precisava levantar cedo para realizar as tarefas na prisão. De acordo com o El Periódico, todos os detentos que realizam essas atividades ocupam uma cela individual por esse mesmo motivo.

'Nosso papel também é servir de exemplo', diz Danilo ao ser questionado sobre Robinho e Daniel Alves:
Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade