Expulsos de Casa: “Ninguém é homossexual porque é moda”

09h28 (atualizado às 18h02)

Filha de um pastor evangélico, Bruna é mãe, trabalha com marketing e é lésbica. Ela cuidava dos irmãos mais novos – em especial, Guilherme, 11 anos mais novo, que é gay. “Eu me sentia diferente desde pequena. Meu pai queria que eu passasse batom e começou uma opressão que não me fez bem”. O irmão lembra que as brigas eram frequentes em casa. O tema central: a sexualidade de Bruna.

Fonte: Redação Nós
Publicidade

Vídeos relacionados

Recomendado para você

Publicidade