PUBLICIDADE
Patrocínio Logo do patrocinador

Quem são os artistas assumidamente LGBTQIA+ nas novelas da Globo

Atualmente 12 atores e atrizes integram as três tramas inéditas da emissora

16 mai 2024 - 06h00
(atualizado às 07h02)
Compartilhar
Exibir comentários
A atriz trans Isis Broken é um dos destaques de "No Rancho Fundo"
A atriz trans Isis Broken é um dos destaques de "No Rancho Fundo"
Foto: Reprodução/Instagram

Durante décadas na televisão ser assumidamente LGBTQIA+ era sinônimo de perda de papéis e rejeição do público, mas na última década o cenário mudou: atores e atrizes seguem atuando em produções audiovisuais, muitas vezes dando vida a personagens heterossexuais. 

Além disso, políticas de diversidade têm ajudado a criar um cenário com um número significativo de pessoas trans e não binárias nas tramas, assim como uma maior gama de origens étnica-raciais com profissionais negros, indígenas e amarelos. 

Confira a seguir quem são os artistas LGBTQIA+ das novelas

"No Rancho Fundo"

Isis Broken

A intérprete de Corina Castello, dona de uma loja de roupas na novela das seis, Isis Broken é natural de Sergipe e esse é seu primeiro papel na emissora. 

“Sendo um corpo trans, para mim é extremamente revolucionário, ainda mais pelo arco principal da personagem não é sobre ser trans”, celebrou ela em entrevista para o UOL

Alejandro Claveaux

Intérprete do mal encarado Jordão, Alejandro Claveaux se assumiu gay em 2022 após um beijão no colega de elenco de "Rensga Hits", Samuel de Assis na coletiva de imprensa da série.

"Família é Tudo"

Guilherme Canellas

Backing-vocal e dançarino de Andrômeda (Ramille), Guilherme Canellas recebeu o convite para fazer um teste para novela depois de seu papel no filme "Pelada Hora da Queimada".

"Escutei de uma amiga minha e ela falou bem assim para mim: 'Gay, você estando naquela telinha, todas nós estamos'. Você acredita e sabe como é forte isso? Isso entrou muito na minha cabeça", contou o intérprete de Heraldinho em entrevista para revista Contigo!

Aleh Silva

Intérprete de Kleberson, também fez sua estreia na Globo na novela "Família é Tudo" como um dos bailarinos de Andrômeda. 

"Esse papel está sendo mega importante. Eu acho que é assim, cara. Estou levando referências, sabe? Referências da Baixada Fluminense, referências de tudo. Eu sou um corpo negro, gay, não-binário. Carrego a pauta comigo", celebrou em entrevista para revista Contigo!

Ana Hikari

Assumidamente bissexual, Ana vive sua primeira vilã nas novelas Mila. A atriz fez sucesso como uma das integrantes de "As Five", série derivada de "Malhação". O processo de falar publicamente sobre o tema, no entanto, foi longo. 

“Acho que nunca falei sobre isso, mas [a fetichização me] dificultou a falar abertamente sobre a minha sexualidade porque eu sentia que se eu falasse era como se eu tivesse trabalhando em função da heterossexualidade. Parece que é uma coisa que está em função do cara que um dia vai querer ficar comigo porque eu também beijo mulheres e na cabeça dele poderemos fazer um a três, sabe? Isso me atravancou um pouco na hora de falar abertamente sobre a minha sexualidade, mas não foi o único fator. […] Eu passei muito tempo da minha adolescência com [um casal de] amigas que namoravam e eu via o que acontecia com elas por elas terem uma relação assumida e me deixava muito angustiada porque é uma coisa muito constante e muito violenta", revelou em um entrevista para a Casa 1.

Alan Oliveira

Depois de estrear em "Vai na Fé?", como DJ Cidão, Alan agora dá vida à Babbo, braço direito de Vênus (Nathalia Dill) em "Família é Tudo". 

"Estou estudando demais para encarar essa responsabilidade que é trazer um personagem trans no horário das 7. Ter essa pauta importantíssima em uma das novelas da TV Globo dá uma dimensão gigante para a causa", contou ele em entrevista para a revista Quem! no início da novela.

"Renascer"

Gabriela Medeiros

Intérprete de Buba, um dos papéis mais importantes da trama, Gabriela Medeiros se encontrou em sua estreia na trama das nove. Antes, teve um pequeno papel na série "Vicky e a Musa".

Bianca Dellafancy

Felippe Souza, mais conhecido como a drag queen Bianca DellaFancy, fez a sua estreia na TV como Janaina, uma também drag queen amiga de Buba. 

"Recebi uma mensagem me convidando e não acreditei que fosse verdade, pensei que fosse um trote e alguém tirando onda comigo. Tanto é que não dei muita credibilidade, mas compartilhei com minha assessoria. Até que eles falaram que era verdade mesmo. A sensação foi de extrema felicidade, não esperava que esse dia chegasse, mas queria muito que acontecesse", contou ela em entrevista para revista Quem!

Galba Gogóia

Outra amiga de Buba, Natasha é vivida por Galba Gogóia, que tem uma extensa carreira como atriz e roteirista, incluindo o premiado curta "Jéssika". 

A atriz celebrou a trama trazer não só uma personagem trans, mas sim um núcleo: “Não recordo de ter visto em outra novela um núcleo de pessoas trans. Os lugares estão meio que abertos para a diversidade, mas quando tem uma pessoa trans parece que já cumpriram a missão”, disse para Veja Rio.

Gabriela Loran

A atriz que vive a terceira amiga de Buba, a centrada Maitê, já tem uma carreira consolidada na televisão, com papéis de destaque em "Malhação" e "Cara e Coragem", e nas séries "Arcanjo Renegado" do Globoplay e "Novela" do Primevideo. 

Alice Carvalho

Depois de ganhar o mundo na série "Cangaço Novo", do Primevideo, Alice caiu nas graças do grande público da TV aberta como a inesquecível Joaninha em "Renascer".

Seu processo de se entender bissexual foi um longo caminho: "Como para muitas mulheres como eu, que cresceram ouvindo ladainhas conservadoras sobre seus corpos e seus desejos, foi uma 'descoberta' amedrontadora nos primeiros meses. Acho que sempre tive interesse por mulheres e homens, mas o momento da racionalização disso me paralisou um pouco. Medo da família, dos amigos se afastarem, aquela coisa toda. Mas, lembro também, que não durou muito, e as referências que eu tinha me ajudaram a desembolar esse nó eu encontrei no teatro e no curso de artes, não na televisão – o que eu agradeço um bocado?", contou para o Lesbocine.

Irandhir Santos

Depois de ganhar projeção nacional com o filme "Tatuagem", Irandhir mergulhou de vez no mundo da televisão com papéis em "Meu Pedacinho de Chão", "Amor de Mãe" e "Pantanal", Coube a ele dar vida ao igualmente icônico Tião Galinha na nova versão de "Renascer". 

Ele é casado há 10 anos com o professor universitário Roberto Efrem Filho e fala abertamente sobre a relação em entrevistas e em suas redes sociais. 

Quem são os atores LGBTQIA+ do remake de "Renascer" Quem são os atores LGBTQIA+ do remake de "Renascer"

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade