PUBLICIDADE

Mulher acusa loja de racismo por lacrar produtos para pele negra

Outros cosméticos indicados para peles brancas estavam à venda na mesma prateleira, mas sem quaisquer lacres

4 ago 2022 - 13h53
(atualizado às 14h19)
Ver comentários
Mulher acusa loja de racismo
Mulher acusa loja de racismo
Foto: Reprodução/Twitter

Uma mulher acusou uma loja de departamento de racismo após perceber que apenas os produtos indicados para peles negras tinham lacres de segurança contra furtos. Outros produtos, para peles brancas, estavam dispostos na mesma prateleira, porém sem quaisquer medidas de segurança adicionais.

O caso aconteceu em uma loja chamada Tesco, localizada em Londres, na Inglaterra. Em uma publicação no Twitter, onde expôs o caso, Natalie Westgate cobra explicações para as medidas diferentes em produtos iguais e com o mesmo preço.

"Tesco, você pode explicar isso? Os brancos não roubam, então? Absolutamente nojento, para não mencionar racista!", escreveu.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade