PUBLICIDADE

Lula diz que não sabia que tinham tantas pessoas negras no Rio Grande do Sul; veja vídeo

População negra do Rio Grande do Sul é de 1,6 milhão de pessoas, segundo o IBGE

15 mai 2024 - 17h53
(atualizado às 18h00)
Compartilhar
Exibir comentários

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira, 15, que não sabia que existiam tantas pessoas negras no Rio Grande do Sul. A declaração do presidente ocorreu durante evento no Estado, em que anunciou medidas do governo federal para a reconstrução do local e auxílio às famílias atingidas pela tragédia climática.

"Eu falei para a Janja: 'Eu não tinha noção que, no Rio Grande do Sul, tinha tanta gente negra' e, no Fantástico (programa da TV Globo), apareceu muita gente e eu falei 'não é possível'. E aí a Janja falou 'é porque são os mais pobres e porque moram nos lugares mais arriscados de serem vítimas dessas coisas", afirmou o presidente.

De acordo com o Censo de 2022, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 15% dos gaúchos são negros (pretos e pardos), o que corresponde a 1,66 milhão de pessoas.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
Foto: Wilton Júnior/Estadão / Estadão

O Censo do IBGE também mostrou que o Estado possui a maior população quilombola da Região Sul e a 13ª de todo o País, com 29.056 pessoas. O Rio Grande do Sul também é a unidade federativa com o número relativo mais elevado de autodeclarados adeptos das religiões de matriz africana.

São Leopoldo, cidade onde foi realizado o evento do governo federal nesta quarta, é uma das mais atingidas pelas enchentes no Estado. No município, o petista anunciou medidas de assistência, entre elas o auxílio de R$ 5,1 mil para cada família atingida pela tragédia climática e a criação da Secretaria Extraordinária da Presidência para o Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, que será chefiada por Paulo Pimenta, ministro da Secretaria da Comunicação Social da Presidência (Secom).

A maior tragédia climática do Rio Grande do Sul já deixou ao menos 149 mortos e 108 desaparecidos até a manhã desta quarta-feira, 15. Em todo o Estado, há cerca de 538 mil desalojados e 76 mil pessoas em abrigos públicos. Segundo a Defesa Civil estadual, 446 dos 497 municípios gaúchos foram afetados pelos temporais.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade