PUBLICIDADE

Ex-Flamengo é suspeito de importunação sexual e agressão contra mulher

Atualmente na Ponte Preta, jogador foi denunciado por duas mulheres; segundo as vítimas, atacante teria passado a mão nas nádegas delas

14 nov 2023 - 10h05
(atualizado às 10h09)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução: Redes Sociais

Um vídeo do sistema de segurança de uma residência em Paulínia, no interior de São Paulo, flagrou uma discussão envolvendo o atacante Everton, conhecido por suas atuações por clubes como Flamengo, São Paulo e Grêmio, e uma das mulheres que o denunciaram à polícia por lesão corporal e importunação sexual. 

As imagens, obtidas pela EPTV, filial da Globo, mostram 10 pessoas, incluindo homens e mulheres, dentro de uma piscina, durante uma festa. No vídeo, Everton se aproxima e fica muito próximo de uma das mulheres --que está de costas. Ele chega a tocá-la, momento em que ela se vira para confrontá-lo sobre seu comportamento.  

As duas mulheres, que são irmãs, apresentaram a denúncia alegando que o jogador de 34 anos teria tocado nas nádegas delas dentro da piscina durante um churrasco no fim de semana. Além disso, afirmam que, ao serem confrontadas, o jogador ainda as agrediu.

Entenda o que aconteceu

A vítima contou que no sábado, 11, Everton e sua esposa compareceram a sua residência para um churrasco, e todos decidiram ir à piscina, incluindo sua irmã. Ela relatou que Everton tocou suas nádegas e que, surpreendida, contou o ocorrido para sua irmã.

Conforme registrado no boletim de ocorrência, Everton teria repetido o mesmo comportamento com a irmã da vítima. Ao confrontar o jogador, ela teria ouvido a explicação de que ele "havia se enganado e a confundido com a esposa". A partir deste ponto, iniciou-se uma discussão.

Primeira investida 

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, uma das vítimas relatou que o primeiro caso de importunação sexual aconteceu na noite de quinta-feira, 9, durante um jantar na residência de Everton. Na ocasião, ela estava na companhia do marido.

À Polícia Civil, a mulher narrou que, ao voltar do banheiro, encontrou a esposa de Everton sentada ao lado de seu marido, o que a obrigou a se sentar ao lado do jogador. 

Segundo o relato, nesse momento, o jogador teria acariciado sua panturrilha. Apesar de ter pedido que o atleta interrompesse a ação, ele teria persistido, levando-a a mudar de lugar para evitar a situação.

A vítima afirma ter pensado que Everton "teria agido por conta do efeito de consumo de bebida alcoólica", e que acreditava que ele iria parar diante de sua negativa à investida.

Carreira

Atualmente na Ponte Preta, a última vez que Everton esteve em campo foi em 9 de setembro. O jogador, que teve passagens por times como Flamengo, São Paulo e Grêmio, passou por duas cirurgias no tornozelo esquerdo desde sua chegada na Ponte Preta, no final de julho de 2022. Durante esse período, ele disputou apenas oito partidas, sendo cinco na atual temporada e três no ano passado.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade