PUBLICIDADE

Empresário é preso após adolescente descobrir câmera em banheiro de casa alugada em Goiás

O homem é dono de uma empresa de energia solar, tendo acesso a outras residências na região de Anápolis (GO)

20 abr 2024 - 20h48
(atualizado em 21/4/2024 às 23h40)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Um empresário de 36 anos foi preso suspeito de colocar uma câmera escondida em um banheiro de uma casa alugada em Anápolis, Goiás, onde foram registradas imagens de crianças e adolescentes.
Francismar instalou a câmera no banheiro da casa que alugava para uma família
Francismar instalou a câmera no banheiro da casa que alugava para uma família
Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás

O empresário Francismar Fernandes da Silva, de 36 anos, foi preso na sexta-feira, 19, suspeito de colocar uma câmera escondida no banheiro de uma casa que alugava para uma família, em Anápolis, Goiás. A prisão foi realizada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Anápolis, que investiga o crime de registrar cenas de nudez de criança e adolescente.

A Polícia Civil também cumpriu mandado de busca e apreensão na casa de Francismar, onde foram encontrados diversos dispositivos eletrônicos que serão periciados. O homem é dono de uma empresa de energia solar e, por isso, teria acesso a outras residências. Assim, a polícia suspeita que pode haver mais vítimas.

A descoberta da câmera

Em fevereiro, uma adolescente de 16 anos, cuja família havia alugado uma casa, flagrou o locador, Francismar, dentro do banheiro da residência. O homem fugiu após ser flagrado. Desconfiada, a adolescente acabou descobrindo uma câmera escondida, instalada na tomada do banheiro. 

O local foi periciado pela Polícia Técnico-Científica, que confirmou a existência da câmera, que transmitia em tempo real as imagens captadas no banheiro, além de armazenar os arquivos. 

A família relatou que, após ter alugado a casa, Francismar simulou que precisava tirar algum objeto da residência, quando então pediu para usar o banheiro. A Polícia Civil de Goiás acredita que a câmera escondida foi instalada nessa oportunidade. 

A câmera ficou instalada por cerca de duas semanas e registrou o momento do banho dos moradores, inclusive crianças e adolescentes. 

A polícia divulgou a imagem do suspeito tendo em vista o interesse público no sentido de identificar outras eventuais vítimas de crimes praticados pelo indivíduo.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade