PUBLICIDADE

Angélica relembra assédio aos 12 anos: 'Eu fazia tudo sem entender'

Apresentadora afirma que agressor era homem poderoso da televisão

27 nov 2023 - 08h11
(atualizado às 08h26)
Compartilhar
Exibir comentários
Angélica, apresentadora
Angélica, apresentadora
Foto: @instagram

A apresentadora Angélica, de 49 anos, foi assediada sexualmente no início da carreira, quando tinha apenas 12 anos de idade. A revelação aconteceu no programa especial Angélica: 50 e Tanto, da Globoplay.

Segundo Angélica, um homem poderoso da televisão era impróprio com ela e até sugeriu que seu nome artístico fosse Lolita, inspirado na personagem-título do livro de Vladimir Nabokov, onde a protagonista é sexualizada pelo próprio padrastro.

"Sou Angélica por um triz. Quando eu ia estrear na TV, esse homem muito poderoso achava que meu nome artístico tinha que ser Lolita, que nem a menina do livro. Foi bem nessa época que o homem pedia para eu sentar no colo dele nos bastidores da televisão. Ele era um adulto e, eu, uma criança. E eu fazia tudo sem entender. Hoje eu entendo", contou a apresentadora.

Esta não é a primeira vez que Angélica relata assédios na juventude. Em julho de 2022, ela relembrou as dificuldades que teve para gravar o clipe da música Vou de Táxi. Na época, ela tinha apenas 15 anos e as filmagens rolaram em Paris, na França.

"Vários homens de 19 e 20 anos ficaram passando mão em mim, enquanto eu fazia umas fotos, e eu [fiquei] parada, falando para as pessoas: 'eles estão passando a mão em mim'. Eles [os agressores] eram franceses, não entendiam o que eu estava falando. Os fotógrafos também não eram brasileiros, e eu não sabia falar francês. Eu fiquei petrificada ali, vendida", disse ela, em entrevista ao Quem Pode Pod.

Entenda a treta entre Mara Maravilha, Xuxa, Angélica e Eliana Entenda a treta entre Mara Maravilha, Xuxa, Angélica e Eliana

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade