PUBLICIDADE

Aluno-soldado da PM mata a tiros ex-esposa e advogado no PR

A mulher estava com um bebê de 1 mês no colo, que caiu e precisou ser levado a um hospital

21 jun 2023 - 19h29
(atualizado às 19h44)
Compartilhar
Exibir comentários
Vanessa Camargo e Henrique Bueno Paquete
Vanessa Camargo e Henrique Bueno Paquete
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um aluno-soldado da Polícia Militar do Paraná, identificado como Luan Lucas Cardoso, matou a tiros a ex-mulher, Vanessa Camargo, e o advogado dela, Henrique Bueno Paquete, na manhã da última terça-feira, 20. O crime aconteceu em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Logo depois, ele tirou a própria vida com um tiro no peito.

Segundo informações da emissora RPC, o crime aconteceu na entrada de uma clínica médica. O soldado em formação foi junto com a ex-esposa realizar um exame de paternidade. Vanessa carregava no colo o filho, de 1 mês de vida, e estava acompanhada do advogado.

O bebê, segundo testemunhas, teria caído depois dos tiros e precisou ser levado para o hospital.

OAB lamenta mortes

A Ordem dos Advogados do Brasil - Paraná (OAB-PR) lamentou a morte do advogado e o feminícidio praticado. A presidente da OAB-PR, Marilena Winter, decretou luto oficial de três dias. 

O advogado morto era filho de um ex-presidente da entidade, o advogado Kival Della Bianca Paquete Junior.

"Representantes do sistema de Defesa de Prerrogativas da OAB Paraná estão no local para acompanhar os desdobramentos do caso e prestar apoio aos familiares das vítimas", diz a nota publicada pela ordem.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade