PUBLICIDADE

SSD é o melhor upgrade para seu PC gamer; entenda

Entenda como funciona o substituto do disco rígido e saiba como escolher o melhor para seu computador

12 jul 2021 11h59
ver comentários
Publicidade
SSD é o substituto do HDD
SSD é o substituto do HDD
Foto: Games Radar / Reprodução

Na hora de montar ou fazer um upgrade em um PC, todo mundo lembra logo da placa de vídeo ou processador, mas há outro componente que merece muito a sua atenção nessa hora: o SSD.

Esse componente tem como função armazenar e acessar dados, como um HDD mecânico que você já está acostumado, mas, na prática, vai melhorar muitas outras coisas no seu PC, inclusive a performance na hora de rodar seus jogos.

SSD vs HD

Bom, mas qual a diferença entre um SSD e um HDD convencional?

SSD vs. HDD
SSD vs. HDD
Foto: Computer Lounge / Reprodução

O HD também tem a função de armazenar e acessar dados no seu PC, mas faz isso de uma forma mecânica. Imagine-o como um toca vinil, que procura os dados da música a ser tocada em um disco. Com o cabeçote, ele procura pelos dados em uma série de discos cobertos por um revestimento ferromagnético. Por conta desse trabalho mecânico, o HDD é a memória mais lenta do computador.

Já o SSD utiliza células individuais de memória flash, que faz o acesso ser quase instantâneo pelas outras partes do computador. Na prática isso representa um salto de velocidade massivo. Um HDD convencional consegue gravar de 15 a 130 Mb/s, enquanto os SSDs mais modernos passam dos 5000 Mb/s!

O que o SSD melhora no computador?

Diferenças entre HDD e SSD
Diferenças entre HDD e SSD
Foto: Enterprise Storage Forum / Reprodução

Essa velocidade extra que o seu computador ganha para acessar arquivos traz vantagens na hora das tarefas convencionais.

A primeira está na velocidade de inicialização. Ao ligar o seu PC, o acesso aos dados do Windows, quando instalado em um SSD, será bem mais rápido. Os outros componentes não vão precisar ficar esperando para trabalhar e você tomará o controle da sua máquina em questão de poucos segundos. É apertar o botão de ligar e já começar a utilizar o PC.

Os programas que forem instalados no SSD também terão esse benefício. Os aplicativos de edição, por exemplo, que sempre demoram para iniciar, vão abrir em um piscar de olhos. O seu Navegador também. 

Durante o uso de um aplicativo, o SSD também vai acelerar vários processos. Carregar uma imagem no Photoshop, por exemplo. Tudo que for acesso e carregamento de dados vai ser acelerado consideravelmente.

Como a velocidade de gravação do SSD é muito veloz, qualquer dado que você passe para ele também será gravado rapidamente. Instalações, movimentar um arquivo pelo windows, passar algum conteúdo por um Pen Drive, tudo será mais rápido.

O que o SSD melhora nos meus jogos?

Chegamos na parte legal, os jogos. O SSD também traz melhorias para os seus jogos e vai ser ainda mais importante nos títulos lançados nos próximos anos.

A vantagem atual de se ter um SSD para os jogos é carregar tudo mais rápido. As telas de loading, na maioria dos títulos, ficam mais curtinhas. Em alguns deles mal vai dar para ler as dicas e você já estará no controle do personagem.

Diferença de performance em The Witcher 3 via SSD
Diferença de performance em The Witcher 3 via SSD
Foto: Notebook Check / Reprodução

Para o futuro próximo há mais. Como o SSD permite carregar dados instantaneamente para o uso dos outros componentes, como a sua placa de vídeo, os desenvolvedores poderão fazer mundos com mais detalhes, trocar mais animações para os personagens, deixar o universo que criaram bem mais vivo e criar mecânicas inéditas que usem o SSD - como trocas de mundos instantâneas. Em um HDD isso pediria telas de loading ou causaria lentidão.

Os jogos dos últimos anos não eram otimizados para o SSD no PC e mesmo a questão dos loadings mais rápidos poderia ser muito mais eficiente caso contrário, mas isso já começou a mudar. Os consoles de nova geração, PS5 e Xbox Series X/S, já contam com um SSD veloz no seu hardware, o que ajuda a popularizar a tecnologia. Jogos mais recentes já começaram a ser desenvolvidos com o componente em mente e também estão chegando no PC com as vantagens vistas nos consoles mais modernos. 

Na apresentação do Windows 11, a Microsoft confirmou o suporte ao Direct Storage no PC, uma API do DirectX 12, utilizada na arquitetura do  Xbox, que melhora a integração das outras peças do sistema com o SSD. A Nvidia também trouxe novidades nas suas novas placas de vídeo, as RTX, para trabalharem melhor com o SSD e utilizarem todo o seu poder nos jogos. Ou seja, os benefícios do SSD para os jogos já deixou de ser futuro para se tornar realidade.

Qual SSD escolher?

Há muitas dúvidas na hora de escolher um SSD, principalmente porque há dois modelos do componente que confundem, o convencional e o M.2 (NVME).

Qual SSD escolher
Qual SSD escolher
Foto: Tech Advisor / Reprodução

O SSD padrão faz a ligação com o seu PC como o HDD fazia, através de uma porta SATA ou mSATA com um cabo. Já o M.2 (NVME) pode ser conectado direto na sua placa mãe através de uma porta PCIe, como uma placa de vídeo faz. O NVME, por conta dessa conexão, consegue ser muito mais rápido que os SATA, que tem um limite de velocidade determinado pela própria porta. 

Para saber o quão rápido é o SSD, basta procurar no seu anúncio a velocidade de leitura e a velocidade de gravação. Quanto mais MB/s, mais rápido ele é, mas também mais caro. 

O preço desse componente vem caindo com o passar dos anos e já é bem mais acessível. Ainda assim, é um valor bem mais alto que um HDD comum, principalmente se você for apostar em um NVME moderno. Quanto mais armazenamento, mais caro também. Não é incomum ver pessoas comprando SSDs menores para colocar apenas o Sistema Operacional e programas mais utilizados. Para jogos, o ideal é mais armazenamento.

Qualquer SSD vai trazer um salto muito bom para a sua máquina se ela ainda contar apenas com um HDD. No entanto, para estar pronto para o que vem por aí e jogar os jogos mais exigentes que vão chegar nos consoles, indicamos um NVME de boa velocidade, com ao menos 3000 Mb/s de leitura. 

Pesquise sobre a marca do componente e veja se ele é de boa qualidade. Essa parte também é essencial para garantir um produto durável e que vai te dar tranquilidade para jogar ou trabalhar por vários anos.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade