PUBLICIDADE

Monitor ultrawide é bom para games?

Vai comprar um monitor ultrawide para games, mas não sabe se ele realmente vale a pena? Hoje vamos conhecer melhor esse aparelho!

14 abr 2022 - 11h00
Ver comentários
Foto: GameON

A hora de montar um PC gamer requer muita pesquisa sobre os itens que vão compor o seu setup — e todos eles são importantes. O monitor, por exemplo, pode ser um modelo ultrawide ou não, mas será que essa característica fará tanta diferença assim com seus jogos? Antes de qualquer coisa, vamos entender o que de fato seria um monitor ultrawide.

O que é um monitor ultrawide?

Foto: GameON

A maioria dos monitores, há alguns anos, usam a proporção de tela 16:9 — conhecida também como widescreen. Ultimamente, quando falamos de monitor ultrawide, estamos nos referindo àqueles que são mais alongados nos lados, assumindo o formato 21:9, ou seja, em questão de altura ele permanece o mesmo que os widescreen, porém ganha tamanho dos lados, oferecendo uma tela mais “esticada”. Um monitor ultrawide para games pode ser algo muito bom em alguns casos, mas nem tanto. Explicaremos a seguir os motivos.

Vantagem do monitor ultrawide para games

A maior vantagem neste caso seria o aumento do campo de visão em alguns jogos, o que pode ser meio óbvio, uma vez que este modelo é fisicamente mais largo que os outros. No caso, com um campo de visão maior, a visão periférica será diretamente afetada, oferecendo assim uma certa vantagem a jogadores mais competitivos.

Pode ser considerada uma trapaça a utilização de monitor ultrawide para games? Talvez. Porém, o maior responsável por isso seriam os próprios desenvolvedores dos jogos, que precisam pensar em cada detalhe no momento de oferecer seus serviços — incluindo os possíveis impactos de monitores que não são widescreen.

Desvantagem do monitor ultrawide para games

Foto: GameON

E é aqui que explicarei o porquê do monitor ultrawide para games ser algo bom, mas “nem tanto”. Antes de qualquer coisa, não são todos os jogos que têm suporte para telas em 21:9. Se você tem um monitor ultrawide e tenta jogar algo que não ofereça essa resolução, provavelmente a tela ficará esticada para ela ficar completamente preenchida ou o espaço sobressalente de tela será simplesmente inutilizado durante o uso — geralmente apresentando duas faixas pretas verticais em cada lateral.

Mas alguns jogos já possuem uma configuração específica quando detectam que o monitor é ultrawide. Overwatch, por exemplo, não permite que essa resolução seja utilizada, uma vez que a tela mais esticada pode oferecer mais vantagem para alguns jogadores comparados a outros tipos de monitor.

Também temos que analisar o impacto que a tela trará na performance dos jogos. Neste caso, é necessário ter em mente que um monitor mais amplo significa que a tela terá uma resolução maior, podendo interferir negativamente no desempenho de alguns jogos — principalmente se a sua GPU não for tão potente assim. A indicação aqui é que você tenha certeza que sua GPU tenha o suporte necessário para comportar um monitor ultrawide.

Monitor ultrawide no dia-a-dia

Foto: GameON

Agora quando o monitor não estiver sendo utilizado para jogar, provavelmente ele não oferecerá tantos pontos negativos assim. Com um espaço a mais, por exemplo, é bom ter mais vista do que você está fazendo no computador, principalmente para quem trabalha com mais de uma coisa ao mesmo tempo. Uma possível desvantagem, mas que não é necessariamente uma, é o valor. Por ser um monitor maior, ele é naturalmente mais caro, então tenha certeza que ele será um modelo que você necessita antes de comprá-lo de fato.

Vale a pena ter um monitor ultrawide?

Afinal de contas, este modelo não convencional vale a pena? Como dito no tópico anterior, vai de acordo com a sua necessidade. Para quem precisa ter um campo de visão mais amplo, pode ser uma ótima opção. Agora se o espaço você seu computador está, fisicamente, não comporta um monitor maior, com certeza um modelo widescreen poderá entregar o que você precisa.

Lembrando ainda que os monitores ultrawide são melhores aproveitados quando eles são feitos de forma curvada, dessa maneira o ângulo da nossa visão periférica fica mais preciso. Se o monitor ultrawide for completamente plano, a visão das bordas poderá ser mais embaçada. Com a tela curvada, porém, sua visão terá mais acesso às bordas, sendo mais possível distinguir a imagem reproduzida na tela. E, se tratando da parte gamer, as telas curvadas também dão mais impressão de imersão, melhorando ainda mais a experiência dos jogos.

Modelos de monitores ultrawide

Se interessou por esse tipo de monitor e agora quer ter um? Bom, vamos sugerir cinco modelos logo abaixo, dos mais simples aos mais robustos. Dessa forma, você pode conferir qual cabe no seu bolso para poder melhorar o seu setup e ainda ganhar mais campo de visão nos seus jogos!

Monitor LG UltraWide Pro Gamer

Foto: GameON

Começando por um modelo de entrada, o monitor LG UltraWide Pro Gamer tem 1ms no tempo de resposta (Motion Blur Reduction), uma tecnologia que oferece movimentos mais instantâneos, sem você ser pego por imagens travadas ou duplicadas por falta de sincronicidade.

Combinado a seu design limpo e direto ao ponto, também há a tecnologia AMD FreeSync, que também elimina as falhas nas imagens quando há diferença entre a taxa de quadro, da placa de vídeo e a taxa de atualização do monitor. Outra função interessante é o Black Stabilizer, capaz de oferecer mais visibilidade em áreas que são mais escuras.

Com o Game Mode, você pode alternar o tipo de reprodução da tela de acordo com o jogo que você está jogando, como FPS ou RTS. E, por fim, também há o Dynamic Action Sync, capaz de processar a imagem de forma mais rápida, permitindo que vejamos a velocidade das ações de forma mais fluida.

Você pode encontrar o monitor LG UltraWide Pro Gamer, de 29 polegadas, por R$1398 no Submarino.

Monitor LG UltraWide 29WK600

Foto: GameON

Partindo para um modelo, também da LG, vamos conferir o LG UltraWide. Apesar de não ser focado em ser gamer, este monitor também oferece funções para jogos. Com o OnScreen Control, você poderá dividir a tela em duas, obtendo uma visualização melhor de mais tarefas ao mesmo tempo.

A tela possui tecnologia HDR 10, reproduzindo mais brilho e oferecendo uma gama de cores maior quando comparado a outros monitores convencionais. E por falar em cores, há também exibição IPS, que reproduz 99% de cobertura do espectro de cores sRGB. Fisicamente, ele foi feito para oferecer uma experiência mais ergonômica, uma vez que sua base é circular e há também possibilidade de inclinar a tela conforme sua necessidade.

Se tratando de áudio, o monitor vem com alto-falante com tecnologia MAXXAUDIO, sendo duas unidades com 5 Watts de potência cada um. E, no que tange a área gamer, você também conta com o Game Mode, podendo personalizar o monitor para que ofereça reproduções conforme o jogo que você está jogando.

Você pode encontrar o monitor LG UltraWide 29WK600, de 29 polegadas, por R$1590 nas Casas Bahia.

Monitor LG UltraWide 34WP550-B

Foto: GameON

Este modelo intermediário também traz imagens em HDR 10 e IPS com sRGB 95%, ambas tecnologias que aprimoram a capacidade de reproduzir brilho e cores com mais fidelidade. O OnScreen Control também está presente neste monitor, oferecendo ainda mais capacidade em trabalhar com duas coisas ao mesmo tempo, utilizando apenas uma tela dividida.

As tecnologias AMD FreeSync e Dynamic Action Sync também estão inclusas. Combinadas, elas oferecem uma visualização melhor do que está sendo reproduzido (especialmente em jogos), deixando com que a imagem oferecida seja mais fluida e evitando travamentos. Também há o Black Stabilizer, deixando partes das imagens que são escuras, mais claras, oferecendo uma visão melhor do conteúdo.

Ergonômico, este monitor também conta com uma base reguladora que pode ser utlizada para movê-lo na altura desejada pelo usuário, bem como possibilidade de inclinação de 5º a 20º.

Você pode encontrar o monitor LG UltraWide 34WP550-B, de 34 polegadas, por R$2693 nas Lojas Americanas.

Monitor LG UltraWide 34WK650

Foto: GameON

Já este outro modelo da LG também oferece as mesmas tecnologias vistas no anterior — como as cores e brilho melhorados através do HDR 10 e do sRGB, o recurso OnScreen Control para divisão da tela, o AMD FreeSync que aprimora ainda mais a experiência com jogos e o ajuste ergonômico da tela tanto em altura quanto em inclinação.

O destaque aqui fica para os alto-falantes MAXXAUDIO. Caso você não tenha caixas de som externas, esse monitor pode servir muito bem. São duas e estão embutidas no monitor, cada uma reproduzindo áudios a 5 Watts de potência.

Você pode encontrar o monitor LG UltraWide 34WK650, de 34 polegadas, por R$3099.

Monitor Samsung Odyssey G5

Foto: GameON

Finalizando as nossas recomendações, vamos conferir um pouco deste monitor ultrawide premium da Samsung. O Samsung Odyssey G5 possui aquela curvatura ideal para monitores mais esticados e oferece resolução Ultra WQHD (3440 x 1440), trazendo mais riqueza nos detalhes exibidos. A taxa de atualização deste monitor é de 165 Hz e conta ainda com 1ms no tempo de resposta, que combinado com o AMD FreeSync Premium, adapta as oscilações e atrasos a um nível mínimo de percepção ao usuário.

O design deste monitor é bem futurista, geralmente combinando com setups gamers e até mesmo suas estações de jogo. Também não há bordas visíveis na frente do monitor.

Você pode encontrar o monitor Samsung Odyssey G5, de 34 polegadas, por R$4999 no Magazine Luiza.

E aí, agora que você já sabe tudo sobre os monitores ultrawide para jogos, o que acha de ter um desse pra compor o seu cantinho gamer? Conta pra gente nos comentários!

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade