PUBLICIDADE

Cinco coisas que você talvez não saiba sobre Darth Vader

Icônico vilão de Star Wars retorna na série de Obi-Wan Kenobi na Disney Plus

13 mai 2022 10h59
ver comentários
Publicidade

Em 27 de maio estreia Obi-Wan Kenobi, a nova série da famosa saga espacial Star Wars, que tem como protagonista o Mestre Jedi interpretado por Ewan McGregor, 10 anos após os eventos dramáticos de Episódio III: A Vingança dos Sith, quando o seu ex-aprendiz Anakin Skywalker se volta para o lado negro e se torna Darth Vader.

A presença do icônico vilão já está confirmada na série, inclusive sendo interpretado novamente por Hayden Christensen, ator que viveu Anakin Skywalker/Darth Vader na trilogia prelúdio, ao lado de Ewan McGregor - um reencontro muito aguardado pelos fãs.

Star Wars: Qual a ordem correta para assistir aos filmes?:

Em o Episódio III foi mostrada a queda do Cavaleiro Jedi Anakin Skywalker, que foi derrotado pelo seu antigo amigo e mestre Obi-Wan Kenobi, e deixado para morrer no planeta vulcânico de Mustafar. O que restou do corpo de Anakin foi recuperado pelo Imperador Palpatine e colocado em uma armadura a fim de preservar a sua vida, transformando-se assim no lorde Sith Darth Vader.

E para te preparar para esse reencontro antológico, Game On separou cinco curiosidades sobre Darth Vader que não foram mostradas nos filmes clássicos, mas apenas nas histórias em quadrinhos - lembrando que essas histórias são canônicas, ou seja, pertencem à cronologia oficial da saga. Confira!

O sabre de luz vermelho

Foto: Darth Vader e seu icônico sabre de luz vermelho

Em sua última batalha, Obi-Wan Kenobi derrota Anakin e leva o seu sabre de luz, que posteriormente é dado para um jovem Luke Skywalker em Episódio IV. E a primeira lição dada por Palpatine para Darth Vader é o de construir o seu próprio sabre de luz.

Palpatine explica que os sabres de luz dos Sith são vermelhos porque os cristais kyber, a fonte de energia dos sabres, são de certo modo vivos e podem sentir dor, e que um Sith pode corrompê-lo usando o seu ódio e dor até ele "sangrar", ou seja, até que ele fique vermelho.

Mas não basta pegar um sabre de luz qualquer, ele deve ser tomado de um Jedi vivo. Vader então sai em busca de um Jedi sobrevivente até que encontra o poderoso Mestre Kirak Infil'a. Após uma difícil luta, Vader consegue derrotá-lo e toma o seu sabre, desmontando-o até pegar o cristal. Vader deposita todo o seu ódio nele e corrompe o cristal fazendo-o "sangrar", e assim ele constrói o seu novo sabre de luz vermelho.

Porém, esse sabre acaba sendo destruído mais tarde. Vader guarda o cristal kyber corrompido e acaba reconstruindo um sabre totalmente novo, mudando a sua empunhadura mais para o seu estilo (a antiga arquitetura era do Mestre Kirak), e é essa que o vemos usar na trilogia clássica e em Rogue One.

Mestre dos Inquisidores

Foto: Darth Vader ensina duras lições aos Inquisidores

Após Vader construir o seu sabre de luz vermelho, Palpatine apresenta a ele os Inquisidores, a elite de caçadores e assassinos de Jedi, reunidos em segredo pelo imperador.

A função dos Inquisidores é a de caçar Jedi que tenham sobrevivido à devastação da Ordem 66 e também de localizar crianças e jovens sensíveis à Força, para que sejam torturados e submetidos à lavagem cerebral para servir ao Império como novos Inquisidores.

Palpatine ordena que Vader os treine e comande-os para caçar os Jedi sobreviventes. O Grande Inquisidor, que aparece brevemente no trailer de Obi-Wan Kenobi, era na verdade um guardião do Templo Jedi que caiu para o lado negro durante o final das Guerras Clônicas, sendo o mais forte da organização, perdendo apenas para Darth Vader.

Vale lembrar que, apesar de serem treinados no Lado Negro da Força, os inquisidores não são verdadeiros Lordes Sith como Darth Vader e Palpatine, ou mesmo Darth Maul, e não são fortes suficientes para representar uma ameaça aos seus mestres.

Assumindo seu lugar no Império

Foto: Darth Vader é apresentado pelo Imperador ao alto escalão do Império

Quando Palpatine se autoproclamou Imperador, ele já era conhecido em toda a galáxia, assim como por seu gigantesco exército, mas o mesmo não ocorria com Darth Vader. Em seus primeiros dias como Darth Vader, ninguém do Império sabia quem era ele ou que função hierárquica exercia dentro daquele governo, algo que trouxe problemas para Vader algumas vezes.

Alguns achavam que Vader era o servo ou guarda-costas de Palpatine e até mesmo funcionários de alto escalão do Império tinham receios sobre o misterioso homem que surgiu do nada e agia sem restrições, chegando a contratar mercenários para exterminá-lo.

Para acabar com as dúvidas, Palpatine reuniu todos os seus oficiais de alto escalão do Império e apresentou a todos eles o Lorde Vader, o homem que seria a voz de Palpatine para todo o exército.

Em seu "discurso de posse", Vader escolhe aleatoriamente cinco oficiais e os mata na frente de todos, como um aviso para qualquer um que tentar conspirar contra a sua vida.

Tarkin quase matou Darth Vader

Foto: Momento em que Darth Vader é pego desprevenido por Tarkin

Apesar da sua participação breve em Episódio IV, Wilhuff Tarkin sempre despertou a curiosidade dos fãs, mas ele acabou morrendo quando Luke Skywalker destruiu a Estrela da Morte (que foi criada por Tarkin) e sua história terminou por ali.

Felizmente, ele teve uma vida bem ativa antes de sua morte, sendo um dos oficiais mais capacitados dentro do Império Galáctico, atingindo a patente de Grão Moff. Extremamente inteligente, ele tem o respeito do Imperador Palpatine e fala grosso de igual para igual com Darth Vader, um feito para poucos.

Nos quadrinhos podemos acompanhar melhor a história de Tarkin, suas táticas no comando do Império e principalmente sua relação com Palpatine e Darth Vader. Em uma dessas histórias, quando Vader e seus inquisidores caçavam um sobrevivente Jedi, Tarkin pede um favor ao Lorde Sith para completar uma missão, com medo que o fracasso despertasse a ira do Imperador. Vader aceita o pedido, mas Tarkin fica em débito com ele.

Vader descobre sobre o passado de Tarkin, de como ele teve uma educação muito dura e foi criado como um grande caçador no ambiente selvagem e terrível do seu planeta natal, Eriadu. Ele então resolve cobrar o débito de uma maneira bastante curiosa: ele pede para ser caçado e que Tarkin mate-o, se puder.

Assim, somente com o seu sabre de luz, Darth Vader é largado numa selva do planeta Eriadu, enquanto é caçado por Tarkin e uma legião de caçadores e assassinos escolhidos a dedo. Após muitos perrengues, restam apenas os dois homens e quando a vitória parecia certa para Vader, Tarkin o atrai para um terreno estratégico quando é atingido por um poderoso raio do céu (que ele já sabia que fatalmente acertaria o oponente).

Vader cai no chão, aparentemente derrotado, mas quando Tarkin se aproxima dele, ele usa a Força para esganar o pescoço e quase matar Tarkin, mas acaba intencionalmente soltando-o em seguida. Assim Vader é resgatado pelos homens de Tarkin e os dois sobrevivem, com cada um respeitando o outro, apesar de claramente terem as suas divergências e conflitos.

Fortaleza em Mustafar

Foto: A fortaleza de Vader em Mustafar é um portal para o lado negro da Força

Após servir o Imperador por alguns anos, Vader exige ao seu mestre um mundo só para ele. Palpatine oferece Tatooine ou Naboo, mas Vader pede por Mustafar, o planeta vulcânico onde ele foi derrotado por Obi-Wan Kenobi.

Um dos motivos de Vader escolher esse planeta é por ele possuir um grande foco do lado negro da Força, e como ele vai passar grande parte do seu tempo por lá, é um lugar onde ele pode se tornar mais poderoso.

Além disso, é onde ele guarda suas piores memórias, é o local onde foi derrotado por Obi-Wan, onde teve o seu corpo destruído e onde também perdeu a sua amada Padmé para sempre. Lembrar de seus fracassos alimenta a sua dor e ódio, o que consequentemente o deixa mais poderoso com o lado sombrio.

Palpatine mandou uma grande arquiteta do Império para construir a fortaleza de Vader, mas ela acabou morta e quem criou o projeto da construção foi um elmo possuído pelo espírito de um poderoso e antigo Lorde Sith chamado Momin, que era um escultor macabro.

Momim oferece a Vader sua experiência única e formidável para construir a fortaleza perfeita, na qual poderia canalizar a energia de Mustafar para abrir um portal no lado negro da Força. Um caminho, segundo o sith falecido, que poderia reunir Vader com a sua falecida esposa, Padmé.

Essas são apenas algumas curiosidades sobre a história de Darth Vader que nem todos os fãs conhecem. Você sabe de mais alguma? Conte aí para nós nos comentários!

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade