PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Vôlei

Minas elimina Osasco e faz final da Superliga contra o Praia Clube pela 6ª vez seguida

Depois do Dentil Praia Clube confirmar a vantagem no primeiro jogo e derrotar o Sesc Flamengo de virada fora de casa na semifinal da Superliga, foi a vez de Gerdau Minas e Osasco São Cristóvão Saúde se confrontarem por uma vaga na final na noite dessa sexta-feira (12). Enquanto as minastenistas precisam apenas de uma […]

13 abr 2024 - 00h33
(atualizado às 00h33)
Compartilhar
Exibir comentários
Minas elimina o Osasco da Superliga mais uma vez
Minas elimina o Osasco da Superliga mais uma vez
Foto: Esporte News Mundo

Depois do Dentil Praia Clube confirmar a vantagem no primeiro jogo e derrotar o Sesc Flamengo de virada fora de casa na semifinal da Superliga, foi a vez de Gerdau Minas e Osasco São Cristóvão Saúde se confrontarem por uma vaga na final na noite dessa sexta-feira (12). Enquanto as minastenistas precisam apenas de uma vitórias, as osasquenses não podiam perder para ter a chance de decidir no ginásio José Liberatti na próxima segunda-feira (15).

Precisando da vitória, o Osasco São Cristóvão Saúde iniciou os dois primeiros sets jogando a frente. Agressivo no saque, o time paulista conseguiu abrir vantagem de quatro pontos em ambos, entretanto, Nicola Negro conseguiu remobilizar a equipe minastenista em quadra com pedidos de tempo pontuais e o time visitante se desmobilizou em quadra.

Com o bloqueio encaixado e boa distribuição de Jenna Gray, o Gerdau Minas teve paciência para buscar o placar e venceu os dois primeiros sets por 25/23 e 25/18. O Osasco São Cristóvão tentou reagir na partida e buscou a terceira parcial por 25/15. O time comandado por Luizomar de Moura controlou o número de erros e foi mais agressivo que o rival, entretanto, no quarto set o Itambé Minas conseguiu ser paciente e cozinhou o adversário em banho-maria no jogo. A parcial durou mais de 45 minutos, com os dois times trocando o set point de lado. Por fim, Kisy, principal pontuadora da partida com 23 acertos, foi acionada por Jenna Gray na maioria das vezes na parte final do set, e cansou o time osasquense. Assim, o Itambé Minas aplicou 37 a 35 no quarto set e fechou o jogo em 3 a 1.

Contrariando a fase classificatória, que Sesc Flamengo e Osasco São Cristóvão Saúde terminaram na liderança, a dupla Dentil Praia Clube e Gerdau Minas vai fazer a final da Superliga feminina pela 6ª vez seguida. O Dentil Praia Clube vai em buscar de empatar com o Gerdau Minas com o tricampeonato da competição nacional nesse tempo em que os rivais protagonizam a decisão.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade