0

Fluminense e Vasco não se entendem sobre Maracanã antes de decisão

16 fev 2019
16h57
atualizado às 16h57
  • separator
  • 0
  • comentários

O encontro que reuniu os presidentes do Vasco e do Fluminense na sede da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, na tarde deste sábado, terminou sem acordo entre as partes. Os dois clubes querem ter o direito de ocupar o setor sul do estádio do Maracanã na partida deste domingo, pela decisão da Taça Guanabara.

O presidente do Fluminense, Pedro Abad, deixou a sede da Ferj muito irritado para se reunir com dirigentes do clube nas Laranjeiras a fim de tomar posição sobre o assunto. A diretoria havia conseguido uma liminar para ocupar o setor, mas o presidente cruz-maltino, Alexandre Campello, disse que não é possível seguir à risca a liminar conseguida pelo Flu porque um sorteio, realizado no início da semana, na Federação, determinou que o mandante da partida seria o vencedor da semifinal entre Vasco e Resende.

O Vasco já vendeu mais de 20 mil ingressos do setor sul, enquanto o Fluminense esperava o final da reunião para saber se abriria a venda de ingressos para a sua torcida. Dirigentes tricolores cogitaram a possibilidade de transferir o jogo para o estádio Nilton Santos.

Na sexta-feira, o juiz Sandro Lucio Barbosa Pitassi, da 37ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou a suspensão da venda de ingressos de setor sul para os vascaínos e estabeleceu multa de R$ 50 mil ao Consórcio por hora de venda em desacordo ao que fora estabelecido.

O Consórcio, por sua vez, comunicou ao Vasco a decisão judicial, mas o clube de São Januário manteve as vendas por entender que ganhou o direito porque o mando de campo da decisão tinha sido determinado pela Federação.

Rubens Lopes, presidente da Ferj, disse que a entidade tentou fechar um acordo entre Vasco e Fluminense, mas não obteve sucesso e afirmou esperar que o bom senso prevaleça para que o futebol do Rio de Janeiro não seja prejudicado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade