0
Logo do Seleção Uruguaia
Foto: terra

Seleção Uruguaia

Uruguai goleia Tailândia e vence Copa da China; chineses perdem terceiro lugar

25 mar 2019
11h19
atualizado às 11h43
  • separator
  • 0
  • comentários

O Uruguai não tomou conhecimento da Tailândia e venceu a final da Copa da China nesta segunda-feira, às 8h35 (de Brasília), pelo placar de 4 a 0. Para chegar até aqui, os uruguaios, que agora são bicampeões, passaram pelo modesto Uzbequistão por 3 a 0, na sexta-feira.

Os gols da partida foram marcados por Vecino e Pereira, aos seis e 38 minutos do primeiro tempo, e Stuani e Gómez, na etapa complementar. Destaque para a presença de Arrascaeta, jogador do Flamengo, que deu assistência para o terceiro gol. Como era esperado, os uruguaios dominaram a partida, com 56% da posse de bola, sete finalizações ao gol e sete escanteios.

Também é válido lembrar que este foi o jogo de número 125 do zagueiro Godín com a seleção celeste. Ele superou Maximiliano Pereira como o jogador que mais vezes vestiu a camisa do Uruguai. O torneio serviu como preparação para a Copa América, que acontecerá no Brasil em junho deste ano.

Esta foi a terceira edição da Copa da China, realizada pela primeira vez em 2017 e tendo como vencedor, naquela ocasião, o Chile. Em 2018 foi a vez do Uruguai levar a taça, por isso ele esteve presente neste ano e defendeu o caneco nesta segunda-feira, em Nanning.

Terceiro lugar

No outro jogo do dia, na disputa pelo terceiro lugar, a China de Fabio Cannavaro mais uma vez foi surpreendida, agora pelo Uzbequistão. A partida terminou em 1 a 0, com gol de Shomurodov, e amplo domínio da equipe, que teve 57% da posse de bola e quatro finalizações contra quatro dos chineses.

Após a partida, o técnico italiano, que agora soma duas derrotas em dois jogos, apontou: "Eu já tinha dito que assumir as rédeas da equipe nacional (da China) podia representar um grande desafio", segundo a . A federação da China, aliás, não havia garantido se a nomeação de Cannavaro, no cargo desde dia 15 de março, era provisória ou permanente. Ele segue exercendo o cargo de técnico do Guangzhou Evergrande também.

Ao fim da partida, os torcedores chineses presentes não evitaram a frustração e vaiaram a equipe em campo enquanto os jogadores e comissão técnica voltavam para os vestiários.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade