PUBLICIDADE

Tire suas dúvidas sobre a suplementação de creatina

Alessandra Luglio, nutricionista da Plant Power, fala sobre os inúmeros benefícios, quantidade recomendada e quem pode consumir

19 jun 2024 - 12h03
Compartilhar
Exibir comentários
Creatina vira rotina em atletas
Creatina vira rotina em atletas
Foto: Divulgação / Esporte News Mundo

Se nos últimos meses você procurou por soluções para construir massa muscular, emagrecimento, melhorar a cognição, ter mais resistência e recuperação, provavelmente deve ter lido sobre os benefícios da creatina. 

A creatina é uma proteína produzida naturalmente pelo organismo a partir dos aminoácidos glicina, metionina e arginina, podendo ser encontrada em vários alimentos como carnes, peixes e ovos. Na forma de suplementação, ela costuma ser indicada para praticantes de atividades físicas e atletas que buscam melhorar o desempenho físico, além de alcançar uma rápida recuperação dos músculos. O consumo diário também é eficaz para o aumento de massa magra, já que a substância atua na síntese de proteínas musculares, sendo recomendada em todas as idades, inclusive para idosos com sarcopenia com o intuito de auxiliar na força e redução da perda de massa muscular.

Alessandra Luglio, nutricionista e consultora da Plant Power, explica que os benefícios da creatina não se limitam aos músculos, já que o cérebro também pode ser favorecido com a suplementação diária.

"A creatina é um dos suplementos mais populares e estudados, destacando os inúmeros benefícios e elevado grau de segurança. Quando necessitamos de um impulso rápido de energia para atividades como corrida ou concentração durante os estudos, ela entra em ação, regenerando uma substância crucial chamada ATP, responsável por fornecer energia às células. Aumentar os níveis de creatina no corpo, seja através da alimentação ou suplementação, significa ter mais energia prontamente disponível, o que pode ser especialmente benéfico para atividades de curto prazo que demandam esforço físico ou mental intenso", esclarece a nutricionista.

A dose diária recomendada varia entre 2 e 5 g. Porém, os efeitos não são imediatos e se manifestam gradualmente com o passar do tempo. Sobre as pessoas que podem suplementar, a nutricionista esclarece que "atletas, praticantes de atividade física, idosos, veganos, vegetarianos e pessoas que não consomem muita carne ou com doenças musculares ou neurológicas estão entre as que mais podem se beneficiar com a suplementação de creatina", diz. 

A creatina monohidratada é a forma mais usada em suplementos alimentares. Entre as diversas opções do mercado, é interessante destacar as que carregam o selo Creapure que, como o próprio nome sugere, traz garantia de pureza certificada. Sua textura mais fina é propícia para dissolver em água e outras bebidas, como sucos e shakes. O processo de produção da Creapure é patenteado e permite que os produtos que usam a matéria-prima façam o uso do selo em suas embalagens para representar a sua origem.

Porém, é importante ressaltar que existem creatinas no mercado com 100% de pureza garantidos através de testes realizados em laboratórios certificados, caso da Creatine da Plant Power, que oferece um produto puro e com qualidade certificada.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade