2 eventos ao vivo

Tio de Nadal vê Roland Garros em aberto e diz querer evitar Djokovic

24 mai 2017
12h01
atualizado às 12h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No próximo domingo, dia 28, terá início o segundo Grand Slam da temporada. Sem Roger Federer e com os líderes do ranking mundial abaixo de seu desempenho, a competição francesa está completamente em aberto. Tio e treinador de Rafael Nadal, Toni Nadal não acredita em vitória fácil no saibro parisiense.

"Ele é um dos principais favoritos para ganhar, mas há outros jogadores muito bons também. Eu sei com quem não gostaria de jogar. Não direi, mas Djokovic é um deles", afirmou o espanhol, que também é diretor do Aberto de Mallorca, torneio de grama que acontece em junho.

Em busca de seu décimo título em Roland Garros, Nadal vinha dominando a temporada de saibro até perder para Dominic Thiem, de 23 anos, nas quartas de final do Masters 1000 de Roma. No torneio italiano, outro nome da nova geração venceu seu primeiro título: Alexander Zverev, alemão de apenas 20 anos, que venceu Novak Djokovic na grande final.

"Todos estão em um grande momento, por isso não será fácil ganhar em Paris. Nós temos boas expectativas, mas não superiores às do ano passado, já que acredito que em 2016 chegamos muito melhor", acrescentou Toni.

Campeão pela primeira vez no saibro parisiense em 2016, Djokovic não conseguiu ainda repetir seu desempenho hegemônico da última temporada. Número dois do ranking ATP, o sérvio venceu apenas o ATP 250 do Catar em 2017, mas vem crescendo de produção, caindo nas quartas de final em Monte Carlo, na semi em Madri e perdendo a decisão em Roma.

Já Murray, atual primeiro do mundo, venceu o ATP 500 de Barcelona e foi vice no Catar, caindo antes mesmo das oitavas de final em todos os outros torneios disputados na temporada.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade