5 eventos ao vivo

Técnico destaca motivos para mau temporada de Dimitrov

30 out 2018
15h41
atualizado às 15h41
  • separator
  • comentários

Atual número 10 do mundo, Grigor Dimitrov poderia ter poucos motivos para reclamar da vida: oito títulos conquistados, campeão do ATP Finals e vencedor de Masters 1000. No entanto, a temporada não é das melhores para o búlgaro, que não conseguiu nenhum troféu em 2018 e teve quedas precoces neste segundo semestre. Por isso, o técnico do atleta, Daniel Vallverdú, destacou o momento de seu pupilo.

"Os últimos meses têm sido de altos e baixos, não é fácil. Grigor sofreu algumas derrotas difíceis em Pequim e na semana passada em Viena, porém isso é algo que vem ocorrendo nesta segunda metade de temporada. Estamos trabalhando bastante e muito duro para melhorar e recuperar a confiança, algo que pode vir com vitórias e resultados positivos.`É muito difícil jogar seu melhor tênis quando você está sem confiança", destacou o treinador do atleta búlgaro.

O técnico de Dimitrov também falou sobre a parceira recente entre o búlgaro e Andre Agassi para o Masters 1000 de Paris."Pensei que incluir alguém como Andre (Agassi) seria uma excelente vantagem para toda a equipe, ele é alguém que pode ajudar Grigor a construir essa carreira que queremos, que traz muitas coisas não apenas fora de quadra, porém dentro dela também. É um enorme prazer ter André por perto".

Por fim, Vallverdú ressaltou que o grande objetivo da equipe é que Dimitrov consiga manter o alto nível durante boa parte do ano, para se manter entre os principais nomes e brigar pelos principais títulos do circuito.

"A ideia que temos é a de construir um tenista que possa permanecer entre os principais do circuito em longo prazo. O que fizemos até agora permitiu que ele vencesse títulos importantes e conseguisse marcas importantes, mas ainda não é o suficiente para que Dimitrov seja um top constante", afirmou o técnico.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade