PUBLICIDADE
Logo do

Sport

Meu time

Com dois gols no início do segundo tempo, Atlético-GO e Sport empatam pelo Brasileirão

Resultado deixa o Dragão na metade da tabela, enquanto o Leão pode entrar no Z-4; Marcão e Arthur Gomes foram às redes

7 jul 2021 21h10
ver comentários
Publicidade

Com dois tempos completamente diferentes em Goiânia, Atlético-GO e Sport empataram por 1 a 1 na noite desta quarta-feira (7), em jogo válido pela 10ª rodada do Brasileirão. Os gols da partida saíram logo no início da etapa final, com Marcão deixando o seu para o Leão da Ilha, e Arthur Gomes aproveitando falha de Rafael Thyere para deixar tudo igual para o Dragão. Com o resultado, os goianos ficam no 8° lugar, enquanto os pernambucanos aparecem no 16°, momentaneamente.

Equipes fizeram jogo equilibrado em Goiânia (Foto: Divulgação/Anderson Stevens/Sport)
Equipes fizeram jogo equilibrado em Goiânia (Foto: Divulgação/Anderson Stevens/Sport)
Foto: Lance!

Agora, as equipes já viram a chave pensando na 11ª rodada do Brasileirão Série A. Assim, o Atlético-GO viaja até Caxias do Sul para enfrentar o Juventude às 11h do próximo domingo (11). Já no sábado (10), o Sport recebe o Fluminense na Ilha do Retiro às 19h.

Começo morno

Jogando em casa, o Atlético-GO tentou se impor nos primeiros 15 minutos de jogo no Antônio Accioly. Entretanto, o Dragão tentou rodar a bola, mas os passes ficaram apenas entre os zagueiros. As jogadas mais agudas aconteceram quando André Luis foi acionado pelo lado direito.

Por outro lado, o Sport pouco fez questão de subir suas linhas e incomodar a saída de bola do adversário. Postado em seu campo defensivo, o Leão da Ilha deixou a defesa goiana trocar passes e somente estreitou a marcação quando a bola chegava à segunda linha ofensiva dos mandantes.

Equipes chegam

A primeira chance de perigo veio somente aos 22 minutos de bola rolando em Goiânia. Sem muito tempo de bola nos pés, o Sport conseguiu assustar pelo alto. José Welison cruzou na cabeça de Sabino, que testou para o chão, mas exagerou na força. A bola pingou no gramado e passou por cima da meta.

A resposta do Dragão veio logo depois, novamente com André Luis. O atacante apareceu pelo centro, recebeu e emendou um chute de fora da área. A bola passou perto à trave esquerda de Maílson. O goleiro apenas torceu e viu o arremate sair em tiro de meta.

Partida monótona

Apesar dos dois lances de perigo, o jogo seguiu sem muitas ações. O Atlético-GO continuou com a posse da bola e buscando encontrar espaços diante de um fechado Sport, que não negociou espaços, permitindo apenas passes de lado do Dragão.

Com a bola sob seu domínio, o Leão parecia contente com o resultado, cavando faltas e propondo poucos passes para frente. Sendo assim, as únicas vezes em que a equipe pisou na área foram batidas de falta ou escanteio.

Dois gols em cinco minutos

O começo da etapa final foi completamente diferente dos primeiros 45 minutos. Dono da bola, o Sport foi chegando através dos escanteios. Em um deles, aos 2 minutos, a bola desviada bateu em Éder e se ofereceu para Marcão, sem goleiro, completar de joelho para o fundo das redes.

Contudo, a vantagem dos pernambucanos durou pouco. Aos 5 minutos, Hayner recuou para Rafael Thyere, e o zagueiro dominou mal. Na dividida, Arthur Gomes levou a melhor e, mesmo sem ângulo na saída de Maílson, deu uma cavadinha, deixando tudo igual no Antônio Accioly.

Equipes mais incisivas

Diferentemente do que aconteceu durante a etapa inicial, os dois tipos adotaram posturas completamente diferentes na metade final do confronto. Depois do empate, o Atlético-GO buscou passes mais verticais e tentou concluir mais as jogadas.

Do outro lado, o Sport ficou menos fechado no campo defensivo e passou a sair mais para o jogo. Dessa maneira, pisou mais no ataque e, em alguns momentos, entrou na área do Dragão.

Blitz pelo alto

Assim como chegou no lance do gol e em suas principais oportunidades na partida, o Sport promoveu uma verdadeira blitz pelo alto entre 28 e 30 minutos. No primeiro lance, Sabino ganhou da defesa pelo alto em cobrança de escanteio, e Fernando Miguel tirou de mão trocada.

Já no minuto seguinte, Thiago Neves recebeu pelo lado esquerdo e alçou a bola na área procurando Tréllez. O atacante colombiano disputou com a defesa e desviou para fora.

Atlético-GO ensaia pressão final, mas Sport administra

Na reta final do confronto, o Atlético-GO passou a dominar a posse da bola novamente e tentou ameaçar o gol de Maílson. Aos 40 minutos, Natanael infiltrou na área, dominou e finalizou, mas o chute parou no goleiro, que fez defesa firme.

Por sua vez, o Sport pareceu contente com o resultado e tentou gastar o tempo restante, promovendo substituições e abusando das faltas para parar o jogo. Tréllez até tentou de cabeça em uma subida esporádica, mas sem sucesso. Assim, a partida ficou no 1 a 1 ao apito final do árbitro em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 1 SPORT

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia-GO

Data/Horário: 07 de julho de 2021 (quarta-feira), às 19h15

Árbitro: Léo Simão Holanda (CE)

Assistentes: Nailton Júnior de Sousa (CE) e Cleberson do Nascimento Leite (CE)

Gols: Marcão (2'/2°T) (0-1), Arthur Gomes (5'/2°T) (1-1)

Cartões amarelos: André Luis, Dudu, Éder (Atlético-GO), José Welison (Sport)

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel, Dudu, Oliveira, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Baralhas (Janderson, aos 18'/2°T) e Marlon Freitas; Arthur Gomes, Lucão (Zé Roberto, aos 27'/2°T) e André Luis (Pablo Dyego, aos 35'/2°T). Técnico: Eduardo Barroca.

SPORT: Maílson, Hayner (Ricardinho, aos 10'/2°T), Rafael Thyere, Sabino e Júnior Tavares; José Welison, Marcão e Thiago Neves (Thiago Lopes, aos 43'/2°T); Neílton (Tréllez, aos 18'/2°T), André (Mikael, aos 43'/2°T) e Everaldo (Maxwell, aos 43'/2°T). Técnico: Umberto Louzer.

Lance!
Publicidade
Publicidade