0

Sem dinheiro para contratar, São Paulo tem salvação em trabalho de Diniz com jovens da base

20 nov 2020
09h10
atualizado às 09h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Um dos maiores méritos do técnico Fernando Diniz como técnico do São Paulo tem sido o trabalho realizado com os jovens revelados pelas categorias de base do clube. Atualmente, cinco deles são titulares no profissional (Diego Costa, Luan, Gabriel Sara, Igor Gomes e Brenner), e muito disso se deve ao trabalho que o comandante tricolor realizou com essas promessas, algumas delas já desconsideradas.

O exemplo mais emblemático é o garoto Brenner. Por causa do seu enorme sucesso na base, subiu do sub-17 diretamente para o profissional, mas não conseguiu corresponder às altas expectativas da época. Ao longo dos anos o jogador foi se revezando entre a base e o time principal, onde raramente tinha espaço. Chegou a ser emprestado ao Fluminense, time no qual também não teve muitas chances, mas Diniz, quando foi contratado pelo São Paulo, decidiu dar um voto de confiança ao garoto, que deslanchou e agora já soma 17 gols em 2020, sendo o artilheiro da equipe na temporada.

"Quase todo clube do Brasil tem bons jogadores na base, e o São Paulo é um lugar muito rico nesse sentido. Temos uma geração que conseguimos aproveitar bem e sou um treinador que gosta de dar oportunidades quando é possível. Acho que um erro que a gente tem é pegar um jogador que se destaca na base e colocar ele para resolver os problemas do time profissional. São poucos que conseguem", comentou Diniz.

Gabriel Sara é outro caso. O jovem meio-campista foi bastante criticado em seu início de trajetória como titular. Mesmo com desempenho bastante questionável, a cria de Cotia foi bancada por Fernando Diniz e passou a ser um dos destaques da equipe desde o empate em 2 a 2 com o Santos, quando Sara marcou os dois gols do Tricolor na partida válida pelo Brasileirão. Diego Costa, na zaga, substituindo o até outrora insubstituível Arboleda, também é um exemplo.

"É preciso preparar esses garotos. No São Paulo aconteceu muito isso. Diego [Costa], Sara, Luan, todos foram amadurecendo e hoje conseguem corresponder de maneira muito boa. Temos esse privilégio de ter uma base que trabalha bem e jogadores que conseguem fazer bem essa transição para ajudar o São Paulo", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade