0

Peres segura Vanderlei e Ferraz e se diz otimista por permanência de Dodô no Santos

9 jan 2019
00h25
atualizado às 00h25
  • separator
  • comentários

O presidente do Santos, José Carlos Peres, diz que o goleiro Vanderlei e o lateral-direito Victor Ferraz não serão negociados nesta temporada. A entrevista foi concedida à Santa Cecília TV.

"Não está saindo, a imprensa chuta e tal, obviamente que nós temos um novo treinador, ele tem conceito de que goleiro especial tem que sair jogando por trás, repor a bola, mas Vanderlei em 2017 e também em 2018 percebe-se que sai muito bem, embaixo e tem antecipação e joga com pés. Então eu acho que com o tempo isso vai ser passado para o treinador e não existe possibilidade agora de vender Vanderlei, não há conversa. Quero chamar para um almoço e explicar que nem tudo é verdade, Ele é nosso goleiro oficial, melhor goleiro do Brasil e com certeza essas coisas todas vão sumir nas primeiras partidas", disse o presidente sobre Vanderlei.

"Victor Ferraz interessou ao São Paulo, sim. O presidente Leco me procurou, avançou um pouco, ele queria sair para respirar novos ares, é um direito dele, tem mais de 30 anos e pensa na vida dele e no futuro financeiro, mas Sampaoli vetou a venda e pediu para permanecer. Treina muito bem, não teremos problemas com ele", comentou Peres sobre o lateral-direito.

Vanderlei esteve na mira de São Paulo e Flamengo, mas não recebeu propostas. Victor Ferraz foi procurado pelo Tricolor, como dito pelo presidente. O técnico Jorge Sampaoli insiste por um novo goleiro e quer Martín Campaña, do Independiente, ou Everson, do Ceará.

Dodô

O presidente está otimista pela permanência de Dodô. O empréstimo junto à Sampdoria terminou no último dia 31 de dezembro.

"Não está fácil, Dodo têm salário altíssimo. Estendemos o prazo até dia 10 de janeiro, está havendo dificuldade, sim, ele pensa muito na Europa também e não dá para pagar salário de Europa no Brasil. Falei com empresário hoje, fizemos proposta que nenhum clube fará. Posso garantir, proposta altíssima para segurar, é um ídolo e é muito importante. Sampaoli pediu para manter e é difícil competir com a Europa. Estava parado lá, demos oportunidade e esperamos do lado dele um pouco de compreensão para que retribua ao Santos a confiança", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade