PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Hernanes não descarta virar treinador e traça paralelo com o xadrez

26 jul 2021 06h50
| atualizado às 06h50
ver comentários
Publicidade

Aos 36 anos, Hernanes ainda mostra apetite para prosseguir com sua carreira como jogador de futebol. Mas, a essa altura do campeonato, pensar no pós-carreira é inevitável. E, aparentemente, em alguns anos a torcida tricolor poderá acompanhar o Profeta à beira do campo.

Inicialmente Hernanes não tinha interesse em seguir carreira no futebol como treinador, mas, nos últimos anos, passou a tomar gosto por essa possibilidade graças ao xadrez.

"Antes dos 30 anos eu pensava que iria desligar completamente do futebol ao me aposentar, mas depois comecei a ver o futebol de uma maneira diferente, porque sou um cara que gosta muito de jogar xadrez. O futebol tem muito a ver com isso e começou a me cativar essa função de treinador, de mexer com as peças para finalizar o adversário", disse Hernanes em entrevista exclusiva ao Mesa Redonda, da TV Gazeta.

Apesar do desejo, Hernanes já adiantou que não começará a se preparar para o novo cargo no curto prazo.

"Começou a surgir esse leve desejo. Quem sabe? Vamos nos preparar, porque, se alguém me chamar, estarei preparado. Ainda é coisa para daqui a dois anos, no mínimo", completou.

E por falar em ser treinador, o Profeta citou um dos melhores profissionais com quem já trabalhou. Mesmo não sendo titular sob o comando de Fernando Diniz, o meia o escolheu como grande referência.

"Realmente minha relação com o Diniz foi ótima, apesar de eu não ser titular com ele. Comecei como titular, mas depois ele acabou me tirando. Para mim, é um dos melhores treinadores com quem eu trabalhei, porque sabe como lidar com o jogador, taticamente é um fenômeno, aprendi muito com ele", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade