PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Favoritar Time

Ceni condiciona permanência a reforços: "Depende disso"

Técnico afirmou que não pode "jogar uma história de 26 anos fora"

10 dez 2021 - 01h54
(atualizado às 07h37)
Ver comentários

Rogério Ceni foi bastante franco ao responder se fica no São Paulo em 2022. O treinador se mostrou incomodado com a falta de alguns jogadores que, em sua visão, são cruciais para o bom funcionamento de uma equipe de futebol. Por isso, prefere não "bater o martelo" ainda, mas indicou que, caso a diretoria traga alguns nomes para reforçar o plantel, a tendência é que ele siga no Morumbi.

Rogério Ceni evitou bater o martelo sobre a sua continuidade no São Paulo
Rogério Ceni evitou bater o martelo sobre a sua continuidade no São Paulo
Foto: Gledston Tavares/FramePhoto / Estadão

"Temos bom material humano, o que falta são outros jogadores para complementar o elenco que tenho. A decisão de ficar ou não depende disso, não posso jogar uma história de 26 anos fora, não posso ficar se não enxergar que temos condições de ser melhores do que fomos neste ano", disse Rogério Ceni.

Preocupado em não manchar sua vitoriosa carreira no São Paulo, Rogério Ceni fez uma escolha arriscada neste ano ao aceitar treinar o clube e livrá-lo do tão temido rebaixamento. Apesar das fortes emoções na reta final do Brasileirão, o Tricolor confirmou a permanência na elite, mas o roteiro pode não se repetir na próxima temporada.

"É o momento de a gente conversar e nós vamos fazer isso para ver o que é possível a gente mudar, ver o que o clube tem como meta pra 2022. Sinto prazer em estar no São Paulo, mas tenho uma história aqui dentro. Qualquer coisa de ruim que aconteça em 2022 tem um peso pra mim", prosseguiu.

"Não é falta de vontade de querer trabalhar, eu gosto, me importo no clube. Talvez por gostar tanto do clube que eu tenho que refletir mais de uma vez pra ver qual é a real possibilidade do clube em 2022", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade